A Honda revelou detalhes e novas imagens da versão europeia do Fit, apresentada em março no Salão de Genebra. O monovolume chega às lojas do Velho Continente nos próximos dias com algumas mudanças em relação ao modelo brasileiro – como as luzes diurnas em LED, por exemplo.

Chamado de Jazz, o Fit vendido na Europa é equipado com a motorização de 1.3 litro i-VTEC a gasolina, que desenvolve 102 cv de potência a 6.000 rpm e 12,5 kgfm de torque a 5.000 rpm. Há duas opções de transmissão: manual de seis marchas e CVT (continuamente variável) com borboletas para as trocas de marchas.

De acordo com a Honda, o propulsor permite ao modelo acelerar de 0 a 100 km/h em 11.2 segundos na versão manual e 12 segundos com o câmbio CVT. As velocidades máximas são de 190 km/h e 183 km/h, respectivamente. Já o consumo médio divulgado é de 21,7 km/l (versão equipada com a transmissão CVT). O modelo é equipado com o sistema start/stop, que desliga e religa o motor automaticamente ao parar em semáforos.

Para adaptar o carro ao gosto do consumidor europeu, a Honda fez algumas adaptações na suspensão para proporcionar maior prazer ao dirigir.

De série, o Fit traz central multimídia com tela de cinco polegadas, ar-condicionado, entre outros itens. A versão intermediária acrescenta sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de sete polegadas com controles no volante, Bluetooth e que pode ser sincronizado com smartphones dotados de Android. Já a configuração topo de gama adiciona chave presencial, ar-condicionado automático e bancos dianteiros com aquecimento.

Os preços ainda não foram divulgados.