Sucesso de vendas em apenas três de mercado, o Honda HR-V já sofreu o seu primeiro reajuste de preços. Prestes a assumir a liderança do segmento de SUVs compactos no Brasil, o modelo está R$ 2 mil mais carro e agora as suas quatro versões partem dos seguintes valores: LX manual (R$ 71.900), LX CVT (R$ 77.400), EX CVT (R$ 82.400) e EXL CVT (R$ 90.700).

Com 17.573 unidades emplacadas no primeiro semestre (274 a menos que o Ford EcoSport), o Honda é o atual vice-líder de vendas da categoria, seguido por Renault Duster (16.772 unidades), Hyundai ix35 (8.142), Hyundai Tucson (6.525) e Jeep Renegade (6.211).

Por conta da grande demanda, o HR-V acumula filas de espera nas concessionárias e obrigou a Honda a acelerar a produção na fábrica de Sumaré (SP) e até mesmo a importar um lote de carros produzidos na Argentina.

Falando no país vizinho, o HR-V é oferecido por lá apenas nas versões de entrada LX com câmbio manual (parte de 300.900 pesos, o equivalente a R$ 103.663) ou transmissão CVT (309.900 pesos ou R$ 106.763) e na topo de gama EXL CVT. Esta última tem preço sugerido de elevados 413.900 pesos, que equivale a R$ 142.592.