fca-parada-ok

A mais recente polêmica das causas gays no Brasil envolveu o jornalista Ricardo Boechat e o pastor Silas Malafaia. Um pouco antes, o líder religioso foi contra oBoticário por conta de uma propaganda com casais homossexuais.

Bom, agora, se depender do grupo FCA, formado pelas marcas Fiat e Chrysler, o pastor terá que boicotar os carros da empresa. Isso porque a FCA divulgou uma nota oficialem que manifesta apoio à decisão da Suprema Corte americana, que aprovou nesta sexta-feira (26), o casamento entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos. Vale reforçar que os 37 estados americanos já reconheciam a união civil entre pessoas do mesmo sexo, sendo que outros 13 estados ainda o proibiam.

Segundo a nota, a empresa acredita que a igualdade é o melhor caminho para todos e aplaude a conquista da comunidade LGBT. Além disso, a FCA fez questão de enfatizar que foi uma das primeiras empresas a oferecer benefícios aos parceiros de seus funcionários, independente das suas escolhas sexuais.