laferrari

Quando falamos em recalls, normalmente, não vemos supercarros de milhões de reais como parte desses comunicados. Porém, é exatamente o que aconteceu nesta terça-feira (23) nos Estados Unidos.

A Ferrari da América do Norte e a Agência de Segurança do Tráfego Rodoviário dos Estados Unidos emitiram dois recalls para todas as 85 unidades da LaFerrari nos Estados Unidos.

 

A primeira das campanhas é sobre os encostos de cabeça, que não podem absorver a quantidade necessária de energia e, portanto, não cumprem os requisitos de segurança federais. O comunicado envolve o banco mais largo, identificado como L32, o equipamento é de série para o passageiro e opcional para o banco do motorista. A questão vai exigir a troca dos encostos.

O segundo recall envolve o sistema de monitorização da pressão dos pneus que, em caso de furo, exibe a mensagem errada. Com o problema, o motorista recebe um aviso para não dirigir acima de 80 km/h, enquanto a legislação informa que o condutor deveria parar. Para corrigir o problema será necessário atualizar o software.

Em setembro do ano passado, a Ferrari 450 Italia e Spider também passaram por um recall, na época 3.082 unidades foram convocadas por um problema no porta-malas.