No gallery template found!

 

Revelado no início do mês de abril no Salão de Nova York, o Outlander 2016 já está à venda no Brasil de cara nova. Disponível em quatro versões, três opções de motorização (dois a gasolina e um a diesel), dois tipos de câmbio automático (sequncial e CVT), configurações de cinco e sete lugares, sistema de tração 4×2 e 4×4, o utilitário chega com preços entre R$ 114.990 e R$ 173.990.

Com novo visual caracterizado principalmente pela dianteira completamente nova, dotada de uma grande entrada de ar e um contorno cromado que percorre desde os faróis até as luzes de neblina, além da traseira com desenho inédito, a reestilização do SUV vai além do visual.

Segundo a Mitsubishi, o modelo 2016 conta com 100 modificações em relação ao seu antecessor, que compreendem itens estéticos e de engenharia. A fabricante nipônica trabalhou para melhorar o isolamento acústico do SUV, promovendo ajustes na carroceria e suspensão, modificou os amortecedores traseiros (têm diâmetro maior) para garantir mais estabilidade em curvas e também recalibrou a direção com o objetivo de gerar respostas mais precisas e ágeis.

mitsubishi-new-outlander---murilo-mattos-10

Mas o principal destaque é a motorização a diesel, que aparece pela primeira vez na gama do Outlander. O propulsor de 2.2 litros entrega 165 cavalos de potência a 3.500 rpm e toque de 36,7 kgfm na faixa de 1.500 a 2.750 rpm. Equipada com câmbio automático de seis velocidades e tração 4×4 a versão é a topo de linha, embora conte com os mesmos equipamentos de série do modelo a gasolina GT 3.0 Full Technology (confira no final da matéria a descrição das quatro versões, preços e principais equipamentos de série).

Por falar em equipamentos, todas as versões do novo Outlander saem de fábrica com teto solar, ar-condicionado digital automático, bancos dianteiros com aquecimento e do motorista com ajuste elétrico, piloto automático, borboletas para a troca de marchas, sistema multimídia com CD/MP3/DVD, airbags (frontal, lateral, de cortina e para o joelho do motorista), rodas de liga leve de 18 polegadas, entre os principais itens. A versão 2.0 de entrada, no entanto, peca por não oferecer de série controle de estabilidade, algo fundamental para um veículo dessa categoria.

Por dentro, o Outlander não mudou tanto. A cabine continua aconchegante e feita com materiais de boa qualidade. O painel central, por exemplo, conta com revestimento agradável ao toque (soft touch) e há novos detalhes cromados que imitam madeira (black wood), ambos de bom gosto. Com display LCD colorido de alto contraste, o painel de instrumentos exibe um computador de bordo com 13 funções.

mitNewOutlander

Confortáveis, os bancos são revestidos em couro em todas as versões, sendo que nos assentos da frente há aquecimento. A comodidade também está presente nos 25 porta-objetos e 12 pontos de refrigeração espalhados pela cabine.

Em termos de espaço para cargas a Mitsubishi informa que a capacidade do porta-malas varia de excelentes 798 litros até 1.625 l, com o rebatimento do banco traseiro. Quanto à capacidade de ocupantes, o utilitário pode levar de cinco a sete pessoas, dependendo da configuração escolhida. Medindo 4,69 metros de comprimento, 1,81 m de largura e 1,68 de altura, o modelo possui 2,67 m de distância entre-eixos.

Primeiras impressões

O Carsale participou de um test-drive com a versão a diesel do Outlander, que incluiu um trajeto urbano, rodoviário, estrada de terra e até uma volta em um autódromo. A conclusão após rodar nesse circuito misto é de que o Outlander é um utilitário que se destaca pela versatilidade. Na cidade é confortável, na estrada garante aceleradas e retomadas vigorosas, em terreno acidentado é capaz de filtrar as irregularidades de forma satisfatória, enquanto que na pista fica evidente sua construção sólida, que garante estabilidade, além de colocar à prova os recursos de segurança que auxiliam durante uma tocada mais agressiva.

Chamado pela marca de crossover esportivo, o Outlander roda tranquilamente em estradas de terra, mas não é feito para encarar situações de fora de estrada extremas como seus irmãos Pajero Dakar ou L200.

mitsubishi-new-outlander---murilo-mattos-5

Durante o test-drive, o motor a diesel surpreendeu positivamente em termos de suavidade e desempenho, além de ser silencioso para um propulsor dessa categoria. O conjunto de 2.2 litros a diesel desenvolve 165 cv a 3.500 rpm e oferece brutos 36,7 kgfm entre 1.500 e 2.750 rpm. Em situação de estrada não ruídos excessivos invadindo a cabine, o que mostra o bom trabalho da marca nesse sentido. Rodando a 120 km/h em sexta marcha, o conta giros se estabiliza em cerca de 2.000 rpm, garantindo conforto acústico para os ocupantes.

Com visual mais atrativo e oferecendo mais tecnologias, o Outlander 2016 se utiliza da robustez e versatilidade para conquistar clientes que buscam o meio termo entre o asfalto e a terra. As várias ofertas de versões e conjuntos mecânicos, com destaque para a estreia da motorização a diesel, também contribuem para expandir a sua penetração no segmento de utilitários. Segundo a Mitsubishi, a expectativa é de que seja vendidas 800 unidades do modelo por mês.

Confira abaixo os preços e principais itens de cada uma das versões do Outlander 2016.

+ Outlander 2.0

Preço: R$ 114.990

Motor:2.0 litros a gasolina de 160 cv a 6.000 rpm e 20,1 kgfm a 4.200 rpm

Tração: 4×2

Transmissão: automática CVT (continuamente variável)

Principais itens: Teto solar, ar-condicionado digital automático, banco do motorista com ajuste elétrico, bancos dianteiros com aquecimento, comandos de áudio no volante, piloto automático, sensor de chuva para acionamento do limpador do para-brisa dianteiro, sensor crepuscular, paddle shifter para a troca de marchas, volante e manopla do câmbio revertidos em couro, freios ABS com EBD, airbags (frontal, lateral, de cortina e para o joelho do motorista), sistema multimídia com CD/MP3/DVD e rodas de 18 polegadas.

+ Outlander GT 3.0

Preço: R$ 141.990

Motor: 3.0 litros V6 a gasolina de 240 cv a 6.250 e 31 kgfm a 3.750 rpm

Tração: 4×4

Transmissão: Automática de seis marchas

Principais itens: mesmo pacote da versão 2.0, além de sistema de tração 4×4 (com três modos), ar- condicionado digital automático Dual-Zone, controle de estabilidade (ASC), sistema de partida em rampa (HSA), multimídia com GPS.

+ Outlander GT 3.0 Full Technology

Preço: R$ 151.990

Motor: 3.0 litros V6 a gasolina de 240 cv a 6.250 e 31 kgfm a 3.750 rpm

Tração: 4×4

Transmissão: Automática de seis marchas

Principais itens: mesmos equipamentos da versão GT 3.0, além de faróis em LED, sensor de estacionamento, tampa do porta-malas com abertura e fechamento automático, piloto automático adaptativo (ACC), câmera de ré, sistema de alerta de colisão frontal (FCM), alerta de mudança de faixa (LDW).

+ Outlander 2.2 (diesel)

Preço: R$ 173.990

Motor: 2.2 litros a diesel de 165 cv a 3.500 rpm e 36,7 kgfm entre 1.500 e 2.750 rpm

Tração: 4×4

Transmissão: Automática de seis marchas

Principais itens: conta com os mesmos equipamentos da versão Full Technology

mitsubishi-new-outlander---murilo-mattos-17