camaro_basico

Como seria se a General Motors vendesse o Chevrolet Camaro 2016 sem os seus principais recursos, a ponto de deixá-lo tão simplório como os modelos populares? X-Tomi, um designer húngaro, fez uma projeção bem curiosa respondendo essa questão.

O artista imaginou o muscle-car com enormes rodas de 20 polegadas de aço com calotinhas de plástico, espelhos externos, maçanetas e para-choques sem pintura. Além disso, todos os detalhes cromados foram retirados, assim como as luzes de LED para uso diurno.

Para completar o “kit basicão”, o designer imaginou que o Chevrolet Camaro pudesse contar com o motor 1.0 de três cilindros utilizado no Volkswagen up!, ou seja, um propulsor ainda menor que o polêmico 2.0 turbo de 275 cv recém-adotado na linha 2016. Ainda bem que essa transformação é apenas uma suposição do criativo X-Tomi.

 

Esta não é a primeira vez que o X-Tomi faz uma arte como essa. Em outubro do ano passado ele imaginou uma série de esportivos em suas versões peladas e, apenas um mês depois, criou projeções para versões picapes dos esportivos.

Se um modelo como esse fosse produzido, não seria novidade, uma vez que a Toyota oferece o GT 86 em uma versão básica no Japão.