Após fazer mistério, a Fiat apresentou nesta quinta-feira (21) o Aegea, durante o Salão de Istambul, na Turquia. O modelo irá substituir o Linea no segmento de sedãs compactos. O design refinado foi feito pelo centro de estilo do Grupo FCA e desenvolvido na Turquia, onde será produzido.

Com 4.5 metros de comprimento, o modelo mantém o tamanho do Linea, mas ganha 4 cm no entre-eixos e 10 litros no porta-malas, totalizando 2.64 m de entre-eixos e capacidade de 510 litros no porta-malas. A largura é de 1.78 metro, além de 1.48 metro de altura.

O Aegea terá quatro opções de motores, sendo duas a gasolina e duas a diesel, as potências variam entre 95 cv e 120 cv, porém sem detalhes revelados. As opções de transmissões contemplam uma manual e outra automática, mas sem detalhes quanto as velocidades. De acordo com a Fiat, a versão mais econômica do modelo terá consumo médio de 25 km/l.

Entre os itens que equipam a cabine estão tela multimídia de cinco polegadas colorida e sensível ao toque, com suporte para navegação por satélite, além de Bluetooth, streaming de áudio, leitura de textos, reconhecimentos de voz e conexões USB, auxiliar e para iPod. Como opcionais, há o volante multifuncional e câmera de ré.

As vendas do Aegea devem começar em novembro na Turquia e apesar da expectativa de exportação para 40 países, o Brasil não está nos planos. De acordo com a Fiat do Brasil, o modelo não é feito para o mercado brasileiro e, ao menos por enquanto, não tem planos de desembarcar no país.