Apresentado para parte da imprensa especializada há apenas uma semana, na Espanha, o Jaguar XE já roda em testes no Brasil. O novo modelo de entrada da marca inglesa está à venda na Europa e quebra paradigmas por ser o carro mais barato da história da Jaguar. Com o lançamento no mercado brasileiro previsto para o segundo semestre deste ano (deverá custar a partir dos R$ 170 mil), o XE chegará para disputar espaço no segmento de sedãs premium, atualmente dominado pelas marcas alemãs.

A reportagem do Carsale flagrou, em primeira mão, na tarde desta terça-feira (19), uma unidade do sedã inglês rodando pela Rodovia Caminho do Mar (também conhecida como Estrada Velha de Santos), em São Bernardo do Campo (SP). O local é conhecido por fazer parte dos percursos de testes das fabricantes de automóveis. Embora não estivesse camuflado, o carro estava com as placas verdes características de veículos de testes, registradas em Duque de Caxias, cidade fluminense onde a Jaguar Land Rover emplaca a sua frota. O modelo flagrado possuía o emblema “2.5t”, que designa a variante de 240 cv da motorização 2.0 turbo a gasolina.

Contatada, a Jaguar Land Rover afirmou que o carro é a única unidade trazida ao Brasil e está sendo utilizado para os testes de homologação.

 

Concebido para atingir uma nova faixa de consumidores, o XE traz uma carroceria fabricada com 75% dos componentes em alumínio e tem a sua mira apontada para os clientes dos sedãs alemães BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C. Rumores afirmam que a Jaguar Land Rover tem planos de produzi-lo nos próximos anos na fábrica de Itatiaia, no estado do Rio de Janeiro, de onde sairá a versão nacional do Land Rover Discovery Sport a partir do ano que vem.

No Reino Unido, o XE é vendido nas versões SE, Prestige, R-Sport, Portfolio e S, cujos preços vão de 26.990 a 44.865 libras esterlinas (entre R$ 127.115 e R$ 211.300, em uma conversão direta). No mercado britânico há a oferta de duas motorizações a diesel de 2.0 litros de 163 cv ou 180 cv, dependendo da versão. Já as configurações a gasolina são equipadas com o bloco de quatro cilindros 2.0 turbo 180 cv, 200 cv ou 240 cv. Já a variante esportiva S leva sob o capô o motor de 3.0 litros V6 de 340 cv.

As transmissões disponíveis são a manual de seis marchas ou a automática de oito velocidades. A tração é sempre traseira.