sentraxcruze

Os sedãs médios Chevrolet Cruze, em sua versão topo LTZ, e o Nissan Sentra são os carros mais difíceis de serem furtados. Ao menos é o que aponta o ranking de índice de furtos do CESVI Brasil.

A lista é feita de acordo com a disponibilidade e a qualidade dos dispositivos de segurança patrimonial instalados de série nos veículos. São levados em consideração itens como chaves codificadas, imobilizadores, localização da bateria, trava de coluna de direção, alarme e vidros laterais laminados.

Com tais itens, os veículos são classificados com até 5 estrelas. Porém, entre todos os veículos analisados pelos CESVI, nenhum ficou com a classificação máxima. Os dois modelos citados acima receberam 4,5 estrelas, justamente por não possuírem vidros laterais laminados.

De acordo com estudos da entidade, este tipo de vidro aumenta em até oito vezes, quando comparado ao vidro temperado, o tempo que um criminoso leva para obter acesso ao interior do veículo.

Aumentar a dificuldade ao acesso ao carro é um ponto importante, tanto para o consumidor quanto para as seguradoras, que levam em consideração o ranking para precificação do veículo em suas apólices. Só em 2014 foram furtados mais de 228 mil veículos no Brasil, ou seja, quase 300 carros para cada 100 mil habitantes.

Para comparar todos os veículos avaliados, acesse o site do CESVI Brasil.