Hyundai-Sonata_2015_1280x960_wallpaper_02

Sem previsão de voltar a ser vendido no Brasil, o Hyundai Sonata completou nesta semana 30 anos de vida. Atualmente na sétima geração, o sedã lançado em 1985 já vendeu mais de 7,3 milhões de unidades em todo o mundo e é considerado um dos responsáveis pelo crescimento da marca sul-coreana no mercado global. Nos Estados Unidos, o modelo teve mais de 2,3 milhões de exemplares comercializados desde 1988.

Na primeira geração, o Sonata era um sedã de tração traseira e foi totalmente concebido na Coreia do Sul, onde vendeu mais de um milhão de unidades. Na geração seguinte, lançada em 1988, o modelo passou a ser equipado com tração dianteira para favorecer o consumo de combustível. O seu primeiro facelift foi em 1991.

A terceira geração, de 1993, chegou a ser vendida no Brasil e ficou marcada por inserir o Sonata em uma era de novas tecnologias. O sedã contava com freios com ABS e espelhos externos com controles elétricos. Já a quarta geração, que também teve pouquíssimas unidades comercializadas no mercado brasileiro, foi o carro mais vendido na Coreia do Sul de fevereiro de 1999 a agosto de 2000.

Apresentada em 2004, a quinta geração teve o desenho inspirado nos sedãs europeus. O modelo recebeu importantes atualizações tecnológicas e foi bem avaliado pela crítica especializada na época. A geração seguinte estreou em 2009 a identidade visual Escultura Fluída e logo fez sucesso em diversos mercados, entre eles o brasileiro. Em 2010, o Sonata ganhara a variante híbrida.

A atual geração é uma atualização da anterior, embora o design tenha ficado mais conservador. Uma versão híbrida plug-in está programada para ser lançada ainda neste ano.

Hyundai-Sonata-generations (1)