Na semana passada se completaram 21 anos da morte de Ayrton Senna. Além do talento para a Fórmula 1 o tricampeão escreveu seu nome em outras categorias e sempre é lembrado por sua ligação mítica com o Honda NSX.

Mas em 1984, quando era um ilustre desconhecido na F1, recebeu um convite que mudaria sua imagem. Para a inauguração do novo traçado de Nürburgring foram convidados grandes pilotos. Emerson Fittipaldi não pôde ir e o novato foi em seu lugar.

P evento marcava também o lançamento de um novo modelo da Mercedes-Benz, o 190 E 2.3-16, pequeno sedã esportivo com cabeçote preparado pela Cosworth e acerto fino se suspensão. Cada piloto recebeu um e Senna deixou os campeões pra trás se sagrando o vencedor.

Para essa matéria reunimos dois exemplares do clássico. Um deles traz o câmbio Getrag, com a primeira marcha invertida. Já o outro é equipado com a 4G-Tronic, automática, mas que dá conta do recado. E fica minha homenagem ao eterno tricampeão!