Recentemente, a Lamborghini informou que ainda não sabia qual seria o futuro do SUV Urus, porém, se depender do governo italiano, o modelo será produzido. Ao menos é o que afirma um relatório emitido pela Bloomberg.

De acordo com o documento, o governo está tomando algumas medidas preventivas para garantir que a marca de prioridade para construir o veículo dentro das suas fronteiras. Para isso, o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, está disposto a oferecer até 100 milhões de euros em incentivos fiscais e outros benefícios, ou R$ 342 milhões em conversão simples.

Supostamente, a Laborghini deve decidir até o final do próximo mês se irá adicionar um SUV a sua linha. Informações anteriores davam conta que o modelo poderia ser produzido na Eslováquia.