Com investimentos de R$ 7 bilhões, o Polo Automotivo da Jeep em Goiana (PE) – que está sendo oficialmente inaugurado nesta terça-feira (28) em uma cerimônia de solenidade com a presença de autoridades locais e da Presidente da República Dilma Rousseff – é o mais moderno da empresa no mundo e marca o retorno da fabricação de um modelo da Jeep no Brasil após 30 anos.

De acordo com o vice-presidente mundial de Manufatura da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Stefan Ketter, responsável pela coordenação da implantação do Polo Automotivo Jeep, este foi o projeto mais complexo da história das marcas do grupo, uma vez que o objetivo não era construir apenas uma fábrica de automóveis, mas também incluir um parque de fornecedores capazes de fornecerem itens mundiais, dando capacidade ao polo de produzir veículos globais.

Dos R$ 7 bilhões investidos, R$ 3 bilhões foram destinados à fábrica, R$ 2 bilhões ao parque de fornecedores, enquanto os R$ 2 bilhões restantes foram destinados ao desenvolvimento de produtos e outros investimentos. A fábrica, que pode produzir até 250 mil carros por ano, e o parque de fornecedores ocupam uma área de 530 mil metros quadrados construídos. O complexo dos fornecedores é formado por 12 edifícios que abrigam 16 empresas.

– Aceleramos o Jeep Renegade, fabricado em Pernambuco, nas versões 4×2 e 4×4 no asfalto e no off-road

O grande investimento é importantíssimo para a região, uma vez que, até o final do ano, o empreendimento empregará 9 mil trabalhadores, sendo 3,3 mil na fábrica Jeep, 4,9 mil no parque de fornecedores e 850 em serviços gerais. Aproximadamente 78% dos colaboradores são pernambucanos. A companhia mantém a expectativa de crescimento econômico na região e a criação de vagas de empregos indiretos.

Como já foi divulgado, o primeiro modelo que será fabricado no país é o novíssimo utilitário esportivo compacto Renegade, que teve as vendas iniciadas na última semana. Além da fábrica, a marca pretende ampliar a rede de concessionárias, que atualmente conta com 120 lojas.

Este é o primeiro grande investimento da FCA, que foi constituída em 13 de outubro de 2014 com a fusão global entre a Fiat e o Grupo Chrysler (que engloba as marcas Dodge, Jeep, RAM e SRT). A presidente Dilma Rousseff participou da solenidade de inauguração oficial e ressaltou a importância da implementação da fábrica, principalmente para o desenvolvimento regional.