O Bugatti Veyron disse adeus durante o último Salão de Genebracom a edição “La Finale” (fotos acima) . Em dez anos de produção, foram 450 unidades vendidas ao redor do mudo. Mas, obviamente, a marca trabalha em um substituto que promete ser tão mítico quanto o Veyron.

O Chiron, sucessor do superesportivo considerado um mito, aproveitará apenas 8% do seu antecessor e dentro deste percentual está o motor de 8.0 litros. Porém, o bloco será revisto para render cerca de 1.500 cv — são 300 cv a mais que o Veyron. O torque será mantido em 153 kgfm, mas a velocidade final será de 463 km/h.

Mas esses nem são os dados mais impressionantes. De acordo com o site da revista Car, o Chiron será capaz de acelerar de 0 até 100 km/h em apenas 2 segundos, sendo seis centésimos mais rápido que seu antecessor. O lançamento está previsto para o próximo ano.