Extinto no Brasil desde o ano passado, quando deixou de ser importado do México, o Chevrolet Sonic hatch ganhou uma série especial de apelo esportivo na Austrália, onde é vendido pela Holden (subsidiária local da General Motors) com o nome Barina.

Baseada na configuração de entrada CD, equipada com o motor 1.6 a gasolina de 115 cv de potência, o Barina X terá apenas 700 unidades produzidas. Além dos elementos estéticos, como rodas de liga leve de 16 polegadas escurecidas e faixas laterais, o modelo acrescenta 2.500 dólares australianos (cerca de R$ 5.730) em equipamentos, porém, cobra a metade desse valor sobre o preço da versão CD, totalizando 20.184 dólares australianos (R$ 46.275).

Entre os itens de série estão o sistema de entretenimento MyLink, teto solar elétrico e os faróis de neblina.

Na Austrália, o compacto é oferecido ainda na versão RS (custa aproximadamente R$ 57.700), que leva sob o capô o bloco de 1.4 litro turbo a gasolina que desenvolve 140 cv de potência e 21 kgfm de torque.