Com a produção programada para 2016, na China, exclusivamente para o mercado local, o Audi A6 L e-tron será a versão híbrida plug-in do A6 de entre-eixos alongado que a marca fabrica no país asiático. Equipado com um motor a combustão e um propulsor elétrico, o sedã será capaz de atingir a incrível média de consumo de combustível de 45,4 km/l, segundo a fabricante.

Sob o capô, o A6 L e-tron chinês leva o bloco de quatro cilindros de 2.0 litros turbo a gasolina de 211 cv de potência, que funciona em conjunto com um motor movido por baterias de íons de lítio capaz de gerar 122 cv extras. A potência combinada chega a 245 cv e o torque máximo é de 51 kgfm. A transmissão do carro é automática de oito marchas.

Com mais de duas toneladas de peso, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 8.4 segundos e atinge a velocidade máxima de 210 km/h, de acordo com os dados da Audi.

Localizada sob o porta-malas, que teve a capacidade reduzida para 337 litros, a bateria garante uma autonomia de até 50 quilômetros no modo totalmente elétrico. Segundo a Audi, a autonomia do conjunto híbrido é de 880 quilômetros e o componente pode ser totalmente recarregado em até duas horas em uma tomada trifásica com aterramento. Utilizando uma tomada doméstica convencional, o processo leva cerca de oito horas.