Quase um mês depois de divulgar um esboço inspirado no conceito Tristar, a Volkswagen apresenta, nesta quarta-feira (15), a sexta geração da van Transporter (nome como a Kombi é conhecida na Europa). O modelo, que teoricamente é uma evolução da Kombi no mercado europeu, nada mais é uma versão atualizada da T5. De acordo com a revista alemã Autobild, a sétima geração, totalmente renovada, tem lançamento previsto apenas para daqui a dois anos.

Na Alemanha, os preços partem de 23.035 euros (cerca de R$ 74.600) para configuração comercial e 29.952 (R$ 97 mil) para a versão de passageiros. Para celebrar o lançamento da van, a Volkswagen oferece uma edição especial batizada de “Generation Six”, derivada da versão Comfortline. O modelo será equipado com faróis de LED, acabamento cromado na carroceria, rodas de 18 polegadas, interior revestido de Alcantara (camurça sintética) de duas tonalidades, entre outros itens exclusivos.

A T6 será oferecida com o motor de quatro cilindros de 2.0 litros turbodiesel em três diferentes configurações: 84 cv e 102 cv, ambas com câmbio manual de cinco marchas; 150 cv e 204 cv (biturbo), equipadas com caixa manual de seis velocidades ou automatizada DSG de sete marchas. As duas últimas podem ser equipadas com o sistema de tração integral 4Motion.

vw_T6_kombi-11

Já as variantes a gasolina levam sob o capô o bloco 2.0 TSI, calibrado para entregar 150 cv (câmbio manual de seis marchas) ou 204 cv (DSG de sete velocidades). O sistema de tração integral é oferecido como opcional para ambas. A versão mais potente é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 10 segundos e atingir velocidade máxima de aproximadamente 190 km/h.

Todas as versões são equipadas com o sistema start-stop, que desliga o motor automaticamente em paradas rápidas para economizar combustível.

Entre os novos equipamentos de segurança disponíveis para a T6 estão o controle de cruzeiro adaptativo, que regula a velocidade em relação ao veículo da frente automaticamente; assistente de partida em rampa; câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro; detector de fadiga do motorista; sensor de ponto-cego; assistência de frenagem em descidas, além do sistema que aciona os freios ao detectar o acionamento dos airbags, para evitar que o veículo continue se movendo após uma colisão e provoque outro acidente.