10352722_h15508358

O 1º de abril é sempre um dia de brincadeiras por parte das marcas de carros. A Audi anunciou uma falsa versão do A8 com uma tigela de arroz, enquanto a Mercedes-Benz brincou com uma possível Sprinter preparada pela AMG com motor V8 e mais de 500 cv. Mas nem sempre essas brincadeiras acabam bem.

Foi o caso da fabricante americana de carros elétricos Tesla Motors, que fez alguns acionistas perderem milhares de dólares. A marca anunciou no dia da mentira um novo produto: o Model W. Se olhar apenas o nome, engana, afinal, a nomenclatura seguiu o padrão da marca: uma letra antecedida pela palavra Model. Porém, neste caso, o suposto Model W se tratava de um relógio.

De acordo com informações do site Info, a foto e o texto do comunicado deixavam claro o tom humorístico, até pelo ataque sarcástico ao Apple Watch, mas, apenas um minuto depois do falso comunicado, as ações da Tesla subiram quase 1,5 dólar, chegando aos 188,5 dólares. Com isso, 400 mil papéis foram negociados. Pouco depois, a cotação da ação caiu 0,63% em relação ao dia anterior. E, dessa forma, diversos investidores perderam centenas de milhares de dólares.

De acordo com a Bloomberg, isso só aconteceu devido aos sistemas automatizados de compra e venda de ações, que se baseiam na variação das ações para tomar decisões. Bom, isso acaba nos deixando uma lição: até sistemas totalmente automáticos tem limitações. A solução seria ensinar aos robôs como interpretar piadas.