Prestes a ser fabricado no Brasil (a produção terá início no segundo semestre de 2016), o Mercedes-Benz GLA acaba de ganhar mais uma nova motorização no mercado nacional. Disponível nas versões GLA 250 Vision (a partir de R$ 171.900) e GLA 250 Sport (R$ 189.900), o novo propulsor é o 2.0 litros turbo, que desenvolve 211 cv de potência a 5.500 rpm e 35,5 kgfm de torque entre 1.200 e 4.000 giros. A transmissão é a automatizada de dupla embreagem de sete marchas.

De acordo com a Mercedes-Benz, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 7.2 segundos e atinge a velocidade máxima de 235 km/h, limitada eletronicamente.

O pacote de itens de série é parecido com o da versão GLA 200 Vision (motor 1.6 turbo de 156 cv): ar-condicionado de duas zonas, teto solar panorâmico, faróis bi-xenônio com luzes diurnas de LED, sistema multimídia com GPS, banco do motorista com regulagem elétrica, rodas de liga leve de 18 polegadas, com o acréscimo de assistência eletrônica de estacionamento. No GLA 250 Sport é adicionada a câmera de ré, porta-malas com abertura elétrica, chave presencial, banco do passageiro com ajuste elétrico, além do kit estético AMG com para-choques, rodas de liga leve de 19 polegadas com desenho exclusivo e interior revestido em couro com costuras vermelhas.

O crossover conta ainda com uma nova versão de entrada, a GLA 200 Style, oferecida a partir de R$ 128.900. Em comparação com o GLA 200 Advance (R$ 136.900), o modelo perde os bancos esportivos com apoio de cabeça integrado, a ponteira de escape dupla e o acabamento interno é mais simplificado. Com a motorização 1.6 turbo há ainda as configurações GLA 200 Vision (R$154.900) e GLA 200 Black Edition (R$ 157.900). Já o topo da gama é a variante esportiva GLA 45 AMG (R$ 298.900) equipada com o motor de 2.0 litros turbo de 350 cv de potência.

O Carsale participa do teste-drive do modelo nesta quarta-feira (1) e publicará mais informações e impressões oportunamente.