Passaram-se 10 anos desde o primeiro Bugatti Veyron, porém, o supercarro continua sendo uma máquina impressionante. A última das 450 unidades, vendida para “alguém do Oriente Médio”, segundo a marca, foi apresentada no Salão de Genebra. Portanto, quem quiser comprar um Veyron terá de apelar para um exemplar usado.

Mas a Bugatti não parou por aí e resolveu mostrar como foi feito o “La Finale” – como o próprio nome já diz, é a versão final. Assim como os outros 449 carros, o último Veyron foi construído inteiramente à mão, como mostra o vídeo a seguir. Certamente, o mais impressionante é o momento em que os técnicos instalam o enorme conjunto motriz no superesportivo.

A marca trabalha em sigilo no sucessor do Veyron, que já é considerado um ícone entre os supercarros. De acordo com a imprensa internacional, o novo modelo deverá se chamar Chiron e será equipado com um motor W16 de 8.0 litros dotado de quatro turbos com acionamento elétrico. O propulsor terá potência na casa dos 1.500 cv e levará o bólido aos 460 km/h de velocidade máxima.