A montadora chinesa Qingzhou Da Jinma Motorcycle Corporation revelou o Jinma KWM2200 durante uma exposição em Shandong, na China. Porém, o veículo é mais uma cópia de um modelo de uma marca tradicional. A vítima da vez foi o BMW i3. O Jinma é claramente projetado para se parecer com o modelo alemão, mas, como em quase todos os casos das cópias asiáticas, o modelo parece desproporcional e acaba entregando o plágio de baixo custo.

Aliás, a falta de orçamento é perceptível no interior do elétrico, uma vez que a cabine parece retirada de um modelo popular dos anos 1990. O modelo possui três metros de comprimento, 1,40 m de largura e 1,540 m de altura, com uma distância entre-eixos de 1,93 m. A capacidade do modelo é para quatro passageiros, porém, os bancos traseiros parecem adequados apenas para duas crianças.

O Jinma possui um pequeno motor elétrico capaz de gerar apenas 4 cv de potência. O propulsor é alimentado por uma antiquada bateria de chumbo – não há a previsão de substituí-la por outra mais de moderna de íons de lítio, por exemplo.

Ainda de acordo com a Qingzhou, o modelo é capaz de atingir a velocidade máxima de 50 km/h e tem autonomia para rodar até 120 quilômetros, o que parece excessivamente otimista. E não pense que a recarga é rápida. Em uma tomada comum, a bateria leva sete horas para ser recarregada. O Jinma KVM2200 terá preço inicial de US$ 4.020, ou cerca de R$ 12.250 em conversão simples.