BMW-F30-328i-Project-Car-TMS-098

Trocar as rodas e pneus originais por um conjunto de visual diferenciado e medidas maiores é uma das primeiras modificações feitas por proprietários na hora de personalizar o carro. Além da aparência, é importante ressaltar que alguns critérios pré-estabelecidos pelas fabricantes de automóveis devem ser seguidos (confira sempre o manual do proprietário), uma vez que os veículos são testados e homologados com pneus de medidas específicas.

Confira nos tópicos abaixo algumas das possíveis consequências provocadas pela troca de pneus e rodas com especificações diferentes das originais, segundo informações do Cesvi Brasil:

– Se forem usados pneus de dimensões diferentes dos instalados na fábrica, poderá haver a alteração na marcação da velocidade no velocímetro. Essa falsa impressão ao condutor pode provocar multas por excesso de velocidade.

– Pode ocorrer alterações na pressão dos pneus em relação aos valores mostrados na etiqueta de calibração que a fabricante cola (geralmente do lado interno da porta do motorista) nos carros.

– Certifique-se de instalar todos os pneus e rodas do mesmo tamanho e tipo.

– O uso de pneus ou rodas inadequados podem determinar a perda de garantia do veículo.

Vale lembrar que, de acordo com a Resolução 292 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Artigo 8º, fica proibido:

– A utilização de rodas e/ou pneus que ultrapassem os limites externos dos para-lamas dianteiros e traseiros do veículo.

– Aumento ou diminuição do diâmetro externo do conjunto pneu/roda.

Conduzir o veículo com a característica alterada gera infração grave, com cinco pontos na CNH e multa no valor de R$ 127,69.