Líder de vendas entre os utilitários esportivos no Brasil, o Ford EcoSport não fez o mesmo sucesso na Europa. Lançado no Velho Continente há pouco mais de um ano, o jipinho recebeu a sua primeira reestilização visual, apresentada durante o Salão de Genebra, com o objetivo de melhorar o seu desempenho no exigente mercado europeu. A notícia foi antecipada pelo Carsale no final de janeiro.

A principal mudança é a retirada do estepe da tampa traseira, além de retoques no para-choque e melhorias no chassi e suspensão. Embora a roda pendurada na tampa seja um elemento estético do EcoSport, a posição do item é considerada pouco prática pelos consumidores europeus. A atualização será oferecida como opcional sem custo extra.

Os carros sem o estepe do lado de fora sairão de fábrica com uma tampa redesenhada, com a placa centralizada, e dotada de um dispositivo que facilita a sua abertura em locais com espaço limitado.

Do lado de dentro, o EcoSport europeu passa a contar com painel de instrumentos redesenhado, com regulagem da intensidade da iluminação e apliques cromados no acabamento. O isolamento acústico também foi revisto. A Ford oferece ainda o pacote Winter, que inclui para-brisa, espelhos externos e bancos dianteiros com aquecimento.

No Salão de Genebra a Ford apresenta ainda a versão S. De apelo esportivo, a configuração sai de fábrica com carroceria na cor azul, teto, capas dos retrovisores e rodas de liga leve pintados de preto. O modelo não possui os racks no teto, mas conta com um discreto difusor sobre a tampa traseira e vidros escurecidos.

No que diz respeito à mecânica, o jipinho recebeu melhorias no controle de estabilidade e na assistência elétrica da direção. Embora seja um utilitário, o EcoSport europeu teve a suspensão rebaixada em 10 milímetros para melhorar a dirigibilidade.