Há dez anos, a Renault estreava na Europa uma estratégia que visava aumentar a sua participação em segmentos de baixo custo e mercados emergentes. Para isso, a companhia apostou na reformulação da marca romena Dacia, responsável pelo desenvolvimento e comercialização de carros cujo principal apelo é o custo-benefício aliado ao espaço interno generoso. O Logan foi o primeiro desses modelos.

Desde então, a Dacia continuou a ganhar espaço na Europa com os lançamentos do hatchback Sandero, dos monovolumes Dokker e Lodgy e do utilitário compacto Duster. Esse último, entretanto, superou as espectativas da marca e atingiu volumes de vendas expressivos até mesmo em mercados mais exigentes como o britânico. Para celebrar o bom desempenho da última década, a Dacia aproveita o Salão de Genebra para lançar uma edição especial (baseada na versão Lauréate) de seus modelos. Os carros sairão de fábrica com pintura exclusiva na cor azul Cosmos e emblemas alusivos à série.

 

 

Dacia_66384_global_en

Além disso, a marca anunciou no evento uma nova motorização para a segunda geração do Duster, que será lançada na Europa em 2016. O bloco de 1.2 litro turbo, movido a gasolina, será capaz de gerar 125 cv de potência. O torque de 21 kgfm será disponibilizado de maneira linear entre 2 mil e 3 mil rpm. Esse propulsor será, inicialmente, oferecido apenas nas versões com tração 4×4. Segundo a Dacia, o novo motor terá desempenho semelhante ao de um 2.0 aspirado com a vantagem de consumir menos combustível graças a adoção da injeção direta e do sistema Start-Stop.

Por enquanto, o Duster vendido na Europa ostenta o visual a ser lançado no Brasil ainda no primeiro semestre deste ano – por aqui, o jipinho ganhará retoques na grade frontal, para-choque e conjunto óptico. Segundo rumores da imprensa europeia, a nova geração do Duster será montada sobre uma nova plataforma, ampliada para garantir espaço suficiente para a instalação de uma terceira fileira de bancos (chegando a sete a lugares). O novo modelo ainda não está confirmado para o mercado brasileiro.

-1310841564

Esse aumento nas dimensões do SUV permitirá à Dacia inserir um crossover compacto em sua gama (imagem acima). O modelo, que já foi flagrado em testes na Europa, ficaria posicionado entre o Sandero Stepway e o próprio Duster. De acordo com sites estrangeiros, o novo crossover poderá ser fabricado na Argélia, Marrocos e Rússia (possivelmente com o emblema da Lada).