Revelado em dezembro, o Opel Karl teve, enfim, o seu preço inicial revelado para o mercado europeu: a partir de 9.500 euros (cerca de R$ 28.744). Como prometido, o modelo ficará posicionado como o carro de entrada da marca, uma vez que o também compacto Adam parte de 11.250 euros (R$ 34 mil).

Apesar de a estreia oficial do Karl estar marcada apenas para o Salão de Genebra, em março, os interessados pelo carrinho já podem encomendá-lo a partir da próxima segunda-feira (19).

A motorização do modelo será o bloco Ecotec de 1.0 litro de três cilindros a gasolina que entrega 75 cv de potência. De acordo com a Opel, o Karl tem consumo médio de 21 km/l quando equipado com o pacote ecoFlex, que consiste em aerodinâmica otimizada por spoiler dianteiro, aerofólio traseiro e pneus de baixo atrito.

Medindo 3,68 metros de comprimento, 2,38 m de distância entre-eixos e pesando 939 quilos, o Karl é a arma da General Motors combater o Volkswagen up!, Hyundai i10, Kia Picanto e Fiat Panda no mercado europeu. Rumores chegaram a apontá-lo como o sucessor do Chevrolet Celta no Brasil, mas a própria GM já desmentiu o boato dizendo que a produção do modelo é inviável no País por conta dos custos de seu projeto.

O modelo terá entre os seus equipamentos de série e opcionais uma central multimídia com integração para dispositivos Apple e Android, controle eletrônico de estabilidade, direção elétrica, alerta de mudança involuntária de faixa, sensor de estacionamento, faróis de neblina com função de iluminação em curvas, múltiplos airbags, entre outros.

Já a motorização tricilíndrica do compacto deverá ser a que a GM pretende introduzir no mercado brasileiro nos próximos anos, segundo a informações reveladas por Jaime Ardila, presidente da companhia na América do Sul. Por aqui, o propulsor deverá ter potência acima dos 80 cv com etanol graças à adoção da tecnologia bicombustível – como ocorre com os motores do Volkswagen up! e novo Ford Ka.