Recentemente, algumas marcas têm revelado tecnologias relacionadas a automóveis autônomos. No futuro, praticamente todas as fabricantes terão, ao menos, um modelo que seja capaz de rodar sem a interferência de um humano. De olho em um espaço nesse segmento, a Nissan decidiu firmar uma parceria com ninguém menos que a NASA (Agência Espacial Norte-americana), com o intuito de criar sistemas para esse tipo de veículo.

O acordo entre a marca japonesa e a agência espacial terá duração de cinco anos e permitirá a seus pesquisadores a realização de experimentos com uma frota de Nissan Leaf no Centro de Pesquisa de Ames, na Califórnia. O objetivo é demonstrar que a operação de veículos à distância poderá ser utilizada tanto no transporte de pessoas como no setor de cargas e entregas de encomendas. O primeiro teste da parceria está programado para o final deste ano.

“Os trabalhos da NASA e da Nissan, sendo uma voltada ao espaço e outra atuando na Terra, estão conectados por desafios similares”, disse Carlos Ghosn, presidente mundial da Nissan. “A parceria adiantará o desenvolvimento de uma tecnologia autônoma segura e rentável para ser apresentada aos consumidores entre 2016 e 2020”, complementou Ghosn.

O Centro de Pesquisa de Ames é o responsável pelo desenvolvimento do veículo autônomo que a NASA enviou a Marte, entre outras tecnologias utilizadas nas missões da agência.