O ano de 2014 foi um dos melhores para as fabricantes de carros de luxo e esportivos. A McLaren Automotive anunciou que foram entregou 1.648 veículos nos últimos 12 meses, registrando um recorde absoluto para a marca.

O número representa um crescimento de 21% nas vendas em relação a 2013. A marca comercializou 248 exemplares do superesportivo híbrido P1, o que representou cerca de dois terços da produção total prevista do modelo, que é de 375 unidades. A McLaren diz que o forte crescimento também foi impulsionado pelo lançamento dos modelos 650S Coupé e Spider, que aliados à gama de modelos, atingiram 1.400 unidades vendidas, incluindo o descontinuado 12C.

A McLaren apresentou forte crescimento em todas as quatro unidades regionais de negócios, liderado pela região Ásia-Pacífico, que teve aumento de 80% nas vendas. O mercado norte-americano continua respondendo pela maior participação nas entregas, com mais de 30% do total. Na Europa o crescimento foi de 10%, enquanto o Oriente Médio vendeu 9% a mais que no ano anterior.

Os bons números também são reflexos do plano de expansão da marca, que em 2014 lançou 14 novos pontos de venda, ampliando para 68 a sua rede global. A rede de varejo cresceu e agora cobre 30 mercados, graças às adições de Chile, Escócia e Tailândia. A oferta de serviços também foi ampliada em mercados existentes.

Além de novos pontos de venda, neste ano a McLaren deve lançar a Série Sports, durante o Salão do Automóvel de Nova Iorque, em abril.