fox-highline-okok

O brasileiro está mais atento aos itens de segurança na hora de comprar um carro. Desde que se estabeleceu este ano a obrigatoriedade do sistema antitravamento de freios (ABS) e airbags nos veículos novos vendidos no País os motoristas passaram a entender mais sobre a importância destes e de outros recursos de segurança. É o caso do controle de estabilidade, conhecido pela sigla ESP, que atua evitando derrapagens em pisos de baixa aderência e curvas.

Levantamento do Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) realizado com 940 versões de 297 modelos de veículos oferecidos no País aponta que apenas 47,8% das versões possuem o ESP de série. Vale frisar que as marcas premium atuantes no mercado nacional ainda respondem pela maior oferta deste item em seus veículos.

De acordo com a pesquisa do Cesvi, no segmento de entrada, o dos hatches compactos, 85% das versões pesquisadas não possuem o ESP nem como equipamento opcional. Já na categoria dos hatches médios, 63% contam com o item de série.

No caso dos sedãs compactos, o levantamento encontrou apenas 6% das versões com o equipamento de série, enquanto que nos sedãs médios, a porcentagem salta para 57%.

Já entre as picapes compactas, nenhuma das versões pesquisadas contava com o item de série. Por outro lado, os veículos esportivos e os sedãs de luxo tiveram 100% das versões com ESP de série.

Segundo o comparativo entre as pesquisas feitas pelo Cesvi, em 2013 existiam 432 versões de veículos com ESP já instalado de fábrica sendo que este ano o número cresceu para 449 versões – aumento de 4%.

Para Almir Fernandes, diretor executivo do CESVI, o crescimento ainda que tímido, já é um começo. “Esperamos que o ESP tenha destino semelhante ao do ABS e airbag, hoje obrigatórios em 100% da frota de veículos novos. Por isso, realizamos este levantamento. Trata-se de mais uma forma do CESVI alertar a sociedade sobre a real situação do uso de sistemas de segurança de ponta em nossos carros, e ajudá-la a conquistar o nível de segurança que precisa e merece”.

Desvendando o ESP

O ESP (em inglês, Electronic Stability Program) é um recuso eletrônico que evita que o carro derrape ou deslize em saídas bruscas e curvas. Ele também atua em pisos de baixa aderência, como terra batida, lama e gelo. Nesses terrenos, o ESP identifica a roda que está destracionando e evita seu escorregamento, fazendo com que o veículo se movimente mais facilmente do que em carros sem este recurso, inclusive evitando acidentes.