A SEAT, subsidiária do grupo Volkswagen, aprontou uma grande surpresa para o rei Felipe VI da Espanha. Durante uma visita a fábrica da marca em Martorell, na própria Espanha, o rei se deparou o com seu primeiro veículo sendo restaurado: um Ibiza da primeira geração.

Obviamente a surpresa foi grande ao dar partida no modelo depois de tantos anos. O motor, que já rodou 152.000 km foi revisto e necessitou de um trabalho minucioso, é o que afirma Isidre López, chefe de automóveis clássicos. Segundo Isidre, a parte mais difícil foi refazer a alimentação de combustível e o sistema de injeção, uma vez que o modelo ficou 16 anos sem rodar.

O carro também teve sua pintura revista, assim como pneus, rodas, estofamento. Há também alguns detalhes com características únicas, como os bancos feitos sob medida para a altura de Felipe VI. O modelo, construído em 1986, contava com motor de injeção e ar-condicionado, características que só apareceriam em carros de produção em série dois anos mais tarde

Apesar de todo o trabalho e da comoção do rei, que ganhou o modelo do seu pai Juan Carlos ao completar 18 anos, o carro não será oferecido como um presente para Felipe VI, ele será colocado no Acervo Histórico da Seat, que inclui mais de 250 carros.