A Citroën apresentou na última segunda-feira (8) o primeiro sedã médio com motor turbo bicombustível do mercado brasileiro. A novidade chega às versões Tendance (a partir de R$ 78.790) e Exclusive (R$ 85.490) do C4 Lounge equipadas com o bloco de 1.6 litro THP. Com a tecnologia flex, o propulsor passa a desenvolver 166 cv de potência quando abastecido com gasolina e 173 cv com etanol.

Além da possibilidade de ser abastecido com os dois combustíveis, o C4 Lounge THP flex passa a sair de fábrica equipado com controle de estabilidade (ESP) em ambas as configurações – antes o equipamento estava disponível apenas na versão topo de gama.

+ Confira o comparativo do C4 Lounge Exclusive THP a gasolina com o Toyota Corolla Altis

Segundo a marca francesa, essa motorização começou a ser desenvolvida no final de 2011 para atender a demanda de clientes que priorizam a economia na hora de abastecer (vale lembrar que o preço do etanol não é vantajoso na maioria dos estados brasileiros). Para utilizar o derivado de cana-de-açúcar, o propulsor THP recebeu diversas adaptações, como bomba de combustível de alta pressão para eliminar a necessidade do reservatório auxiliar de gasolina, sensor recalibrado, além de cabeçote, velas de ignição, pistões, sistema de admissão e escape retrabalhados para o uso do etanol.

A transmissão disponível para esse motor é sempre a automática de seis marchas, com relações 11% mais longas. A caixa conta com a opção de trocas manuais na alavanca.

Veja abaixo como ficou a tabela de preços da gama C4 Lounge:

C4 Lounge Origine 2.0 (manual): R$ 63.390

C4 Lounge Tendance 2.0 (manual): R$ 67.890

C4 Lounge Tendance 2.0 (automático): R$ 68.500

C4 Lounge Tendance 2.0 com GPS (automático): R$ 72.890

C4 Lounge Tendance THP Flex (automático): R$ 78.790

C4 Lounge Exclusive THP Flex (automático): R$ 85.490

A meta é se aproximar do G4

Com a oferta do motor THP flex, a Citroën pretende vender cerca de mil unidades do C4 Lounge por mês, incrementando a participação das versões turbinadas de 60% para 70% do mix de vendas. Dessa forma, a marca espera sair da sexta posição do ranking do segmento de sedãs médios, superando o Volkswagen Jetta, e se aproximar do Chevrolet Cruze, Nissan Sentra e dos líderes Honda Civic e Toyota Corolla.

Citroen-C4-THP-Flex-2015-2

 

Impressões

O Carsale avaliou o C4 Lounge THP flex em trecho urbano e, majoritariamente, em rodovia de asfalto de boa qualidade. Tanto ao volante como no banco traseiro, o sedã é notável no que diz respeito ao conforto. Quatro adultos de 1,80 metro de altura viajam com espaço de sobra graças ao bom entre-eixos de 2,71 m. A suspensão bem calibrada proporciona um rodar macio que reforça a sensação de conforto, superior à de alguns sedãs de segmento e preços superiores.

Ao volante, o C4 Lounge continua sendo um carro agradável, com motor elástico e de funcionamento suave. A transmissão não é soberba como a de dupla embreagem do Volkswagen Jetta TSI, mas tem desempenho na média do segmento, porém superior às CVTs (continuamente variável) de alguns concorrentes. A 120 km/h, o motor trabalha a menos de 2.500 rpm graças ao torque de 24,5 kgfm entregue entre 1.400 e 4 mil giros. Na estrada, o sedã passa a impressão de quase não fazer esforço para manter a velocidade de cruzeiro.

Com a nova motorização, o C4 Lounge aumenta a sua competitividade em um segmento bastante concorrido, mas dominado por modelos que não oferecem uma relação custo-benefício tão interessante como a do sedã da marca francesa. Para confirmar o potencial de seu produto, a Citroën deveria investir em um atendimento como os elogiados pós-vendas das fabricantes japonesas, uma vez que o C4 Lounge possui três anos de garantia de fábrica e revisões a preço fixo.

Teste-drive a convite da Citroën.