Depois de estrear em terras brasileiras com a versão “tanque de guerra” G63 Brabus, a importadora Strasse traz a configuração mais potente do G63, o Brabus 700.

Como o próprio nome já indica, ele é equipado com um motor de 700 hp, que na conversão equivale a 710 cavalos de potência, gerados pelo bloco V8 biturbo, que também entrega 97,8 kgfm de torque. Com este conjunto, o jipão consegue acelerar até os 100 km/h em 4,9 segundos e atingir velocidade máxima de 230 km/h.

Sob o capô o Brabus 700 ostenta os dutos banhados a ouro no motor e a capa preta. O ouro, utilizado pela Mc Laren no F1 do inicio da década de 90, e hoje em linha somente pela Brabus em seus motores, não é mera extravagância, segundo a marca. Apesar de seu alto custo, nenhum outro material dissipa tão bem o calor. Desta forma, o uso do ouro passa a ser de extrema funcionalidade, considerando a alta potência do propulsor.

De série o G63 Brabus vem equipado com suspensão regulável; rodas de 21 polegadas forjadas e mais resistentes; pneus mais largos e de perfil mais baixo, para melhorar a dirigibilidade; sistema de exaustão valve-controled, que faz com que ao toque de um botão seja possível abrir ou fechar válvulas internas no duto do escapamento, deixando o ronco do motor mais esportivo ou mais discreto. Como opcional, é possível optar por rodas aro 22 ou 23 polegadas.

O kit composto por spoiler dianteiro com LED´s, saia traseira e plataforma lateral Brabus completam o visual do exterior. Internamente os diferenciais do modelo ficam por conta dos detalhes que vão desde os pinos de porta Brabus até os pedais de alumínio, soleiras iluminadas, tapetes e paddle shifts Brabus Race.

A Strasse já confirmou que a primeira unidade do G 63 Brabus 700 chegará ao Brasil no começo de 2015. O exemplar terá a carroceria na cor preta. O preço sugerido do Brabus 700 no País parte de US$ 565 mil, ou cerca de R$ 1,46 milhão.