maserati-ferrari

A Ferrari sempre saiu na frente da Maserati em todos os sentidos. Empresas irmãs, pertencentes ao mesmo grupo, a Ferrari sempre teve os carros mais desejados, mais modernos, mais potentes e, por consequência, sempre deu mais lucro. Porém, pela primeira vez, a marca do tridente superou o cavalo empinado em termos de lucro.

De acordo com dados financeiros do terceiro trimestre, há uma lacuna de um milhão de euros entre as duas fabricantes. O lucro foi de 90 milhões de euros para a Maserati contra 89 milhões para a Ferrari, no período entre julho e setembro de 2014. Em relação ao mesmo período do ano passado, a marca do tridente mais que duplicou a sua rentabilidade, que era de 43 milhões de euros.

Segundo o relatório financeiro da Fiat-Chrysler, a Ferrari vendeu 5.280 veículos durante os primeiros nove meses do ano (1% de queda em relação ao mesmo período do ano passado), enquanto o volume da Maserati triplicou para 26.428 unidades, ante 7.548 veículos. Os grandes responsáveis por impulsionar as vendas da marca são os modelos Ghibli e Quattroporte.

Vale destacar que essa não é a única notícia polêmica envolvendo a Ferrari. Recentemente foi anunciada a separação da marca do grupo FCA (Fiat Chrysler). Inclusive, as ações da empresa já foram colocadas à venda e fabricante não faz mais parte dos projetos da companhia para 2014-2018.