segredo-jeep-e-500L

Na foto acima há dois segredos: o utilitário esportivo compacto Jeep Renegade e o monovolume Fiat 500L. A respeito do primeiro, já foi confirmado que ele será produzido pela Fiat Chrysler Automobiles (FCA) na fábrica de Goiana (PE) a partir do ano que vem, uma vez que a companhia fabricou o primeiro protótipo de validação e algumas unidades têm sido fotografadas rodando pelo País. Já o último é um fato curioso ter sido flagrado por aqui.

Por serem projetos da FCA, Renegade e 500L compartilham plataforma e componentes. Por conta disso, é possível começar a entender o motivo pelo qual os dois modelos foram surpreendidos rodando juntos. Segundo Marcelo Zanini, leitor do Carsale que fez o flagra acima, dois Renegades estavam sendo escoltados por um Fiat Freemont e um Ford EcoSport nas proximidades da fábrica da Fiat, em Betim (MG). O internauta disse ainda que outras duas unidades do jipinho foram vistas na Rodovia Fernão Dias, no estado de São Paulo, acompanhadas por um Fiat 500L. Todos os carros estavam camuflados.

[wppa type=”slide” album=”595″][/wppa]

Consultadas, tanto a Fiat como a Chrysler confirmaram que o 500L flagrado é, na verdade, uma mula do Renegade. Ou seja, é um protótipo que usa a aparência do 500L. O disfarce foi feito pelo fato de os modelos serem montados sobre a mesma arquitetura.

Segundo as fabricantes, o 500L chegou antes ao País, e já roda há algum tempo para testar itens relacionados ao conjunto suspensão (do Renegade) – o sistema do Jeep foi desenvolvido nos Estados Unidos e é diferente do utilizado no Fiat por conta da proposta off-road. Já os Renegades flagrados, vieram depois. Vale destacar que todos os jipinhos que rodam por aqui são importados, produzidos em Melfi, na Itália, porém equipados com o motor bicombustível do modelo que será produzido no Brasil – o SUV também será fabricado na China a partir de 2016.

colagemrenegade

Prioridade de Goiana é o Renegade

Questionada sobre a produção do monovolume 500L no Brasil a Fiat foi categórica ao dizer que não há planos para o monovolume no mercado brasileiro. No entanto, em termos de mercado, é sabido que o veículo da linha 500 que teria mais chances de fazer sucesso por aqui é o 500X, o utilitário esportivo compacto apresentado no início do mês no Salão de Paris (França). Se a Fiat apostasse nesse jipinho, ele chegaria para disputar espaço em um segmento hoje dominado por Ford EcoSport, Renault Duster e Chevrolet Tracker e que em breve receberá outros competidores de peso como Volkswagen Taigun, Honda Vezel, Peugeot 2008, Renault Captur, entre outros.

No entanto, a Fiat foi categórica ao dizer que até 2016 a prioridade da fábrica de Goiana (PE) é a produção do Jeep Renegade.

Como é o Renegade

O Jeep Renegade será vendido no Brasil a partir do primeiro trimestre de 2015 em pelo menos três versões de acabamento. As motorizações que serão disponibilizadas por aqui ainda não foram confirmadas, mas rumores afirmam que o jipinho será equipado com o bloco e.Torq de 1.8 litro flex que entrega até 132 cv de potência com etanol, além do propulsor MultiJet II de 2.0 litros turbodiesel de 170 cv e cerca de 30 kgfm de torque. Serão duas opções de câmbio, já confirmadas: manual de cinco marchas e a automática de nove velocidades fornecida pela alemã ZF e que equipa o novo Jeep Cherokee e o Range Rover Evoque.

[wppa type=”slide” album=”587″][/wppa]

O motor movido a diesel deverá ser oferecido apenas nas versões mais caras, equipadas com tração 4×4 e o sistema Selec Terrain, que configura os parâmetros de acelerador, transmissão e tração de acordo com o piso.

O Renegade tem porte semelhante ao do Ford EcoSport, o líder do segmento no Brasil. São 4,23 metros de comprimento e 2,57 m de distância entre-eixos (o Ford mede 4,24 m e 2,52 m, respectivamente). Os preços do Jeep deverão ficar posicionados entre R$ 65 mil e R$ 100 mil, dependendo da versão, motorização e nível de equipamentos.