[wppa type=”slide” album=”605″]Any comment[/wppa]

Após a crise que fragilizou a economia dos Estados Unidos em 2008, a Fiat anunciou a compra de grande parte das ações da Chrysler. A transação concluída recentemente deu origem ao Grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), que atualmente comanda as operações das marcas que pertencem às duas companhias. Por conta dessa união, a Mopar passou a disponibilizar a sua linha de acessórios aos modelos da Fiat no Brasil.

A marca fundada em 1937, nos Estados Unidos, se tornou a maior fornecedora de peças e acessórios do Grupo Chrysler a partir da década de 1940. Agora, a Mopar celebra o seu primeiro ano de atuação no mercado brasileiro – a estreia foi em 2013, no lançamento da picape Fiat Strada três portas.

Segundo a empresa, são oferecidos no Brasil 880 acessórios para modelos Fiat (139 somente para o Uno) e 1.138 para os veículos das marcas Chrysler, Dodge e Jeep. Atuando em mais de 130 países, a Mopar disponibiliza cerca de 500 mil itens entre peças e acessórios.

Os equipamentos estão à disposição dos clientes nas 650 concessionárias do Grupo FCA no Brasil. O catálogo inclui rádios, centrais multimídia, sensor de estacionamento, retrovisor interno com câmera de ré, extensor de caçamba, entre outros. Esse último é um dos produtos de maior aceitação no País, uma vez que já teve mais de 2 mil unidades vendidas desde o seu lançamento, há um ano.

De acordo com Norberto Klein, diretor da Mopar na América Latina, “os acessórios Mopar têm a vantagem de manter a garantia de fábrica do veículo. Desde a chegada da Mopar, o gasto médio com acessórios na rede do Grupo FCA aumentou cerca de 35% por carro”.