SONY DSC

Em busca de uma participação maior no disputadíssimo segmento de sedãs médios, a Hyundai promoveu alterações pontuais na linha 2014 do Elantra com o intuito de atrair novos consumidores e diminuir a hegemonia da dupla nipônica Toyota Corolla e Honda Civic (líder e vice-líder da categoria, respectivamente). Além dos retoques estéticos, o sedã sul-coreano recebeu discretas modificações sugeridas por seus clientes e manteve a boa lista de equipamentos de série. Vendido em versão única, a GLS, que parte de R$ 89.750, o Elantra oferece apenas o teto solar elétrico como opcional, que eleva o seu preço a intimidadores R$ 92.790 – o valor, no entanto, ainda é mais baixo que os exagerados R$ 93.730 cobrados pelo Toyota Corolla Altis, fabricado no Brasil e com menos itens de conveniência e segurança.

+ Confira o vídeo da avaliação do Hyundai Elantra aqui.

+ Veja a avaliação do Ford Focus sedã na série 90 Segundos.

Por fora, o modelo passa a contar com para-choque dianteiro e faróis redesenhados, luzes diurnas em LED, lanternas escurecidas e rodas de liga leve de 16 polegadas – as antigas de aro 17 eram motivo de reclamação de parte dos donos por deixarem o carro um tanto duro para rodar nas castigadas ruas brasileiras. O interior ganhou saídas de ar-condicionado maiores e teve o isolamento acústico retrabalhado para diminuir o nível de ruído na cabine. Outra exigência feita pelos donos de Elantra, e atendida pela Hyundai, foi a substituição dos freios traseiros a tambor por um conjunto a disco. Segundo a fabricante, o sedã recebeu 75 novos itens em comparação com a linha 2013.

[wppa type=”slide” album=”584″][/wppa]

Bem recheado, o Elantra sai de fábrica equipado com seis airbags (frontais, laterais e de cortina); freios com ABS; controle de estabilidade; chave presencial; bancos em couro com regulagem elétrica para o motorista; central multimídia com tela tátil de 7 polegadas, GPS, tocador de CD e DVD, conexão Bluetooth e câmera de ré; ar-condicionado automático de duas zonas; faróis com acendimento automático; sensor de chuva; piloto automático; entre outros.

Sob o capô, o sedã sul-coreano leva um bloco de 2.0 litros bicombustível (tecnologia exclusiva para o mercado brasileiro) que desenvolve até 178 cv de potência a 6.200 giros e 21,5 kgfm de torque a 4.700 rpm quando abastecido com etanol. O propulsor trabalha associado a uma caixa automática de seis marchas que permite trocas manuais na alavanca.

Por conta da sua lista de equipamentos de série e (principalmente) faixa de preço acima dos R$ 90 mil, decidimos comparar o Elantra completão com a versão topo de gama do Ford Focus, a Titanium. Vale destacar que o Focus é outro sedã que não disputa as primeiras posições do segmento, mas traz tecnologias ausentes na maioria dos modelos mais vendidos. Além disso, o sedã da Ford também é equipado com um motor flex de 2.0 litros que entrega até 178 cv de potência a 6.500 rpm e 22,5 kgfm a 4.500 rotações (com etanol). O câmbio é automatizado de dupla embreagem e seis velocidades, com a opção de trocas manuais em botões na alavanca.

Fabricado na Argentina, o Focus estreou a sua terceira geração no Brasil há cerca de um ano. O modelo foi o primeiro carro do mundo a contar com um motor dotado de tecnologia flexível e injeção direta de combustível. Além disso, a versão testada neste comparativo, a Titanium Plus (R$ 92.400), oferece recursos até então presentes apenas em carros de categorias e preços superiores. A configuração mais completa do Focus traz, além dos itens presentes no Elantra, equipamentos como assistente de estacionamento automático, controle de tração e central multimídia com comando por voz e tela de 8 polegadas.

SONY DSC

Os dois sedãs ostentam linhas de estilo bem resolvidas, com silhueta inspirada na dos cupês, mas o Hyundai chama mais a atenção por onde passa. A carroceria do Elantra possui vincos bastante pronunciados e conjuntos ópticos mais afilados. Embora seja mais discreto, o Focus mostra uma tendência à esportividade graças ao para-choque dianteiro com grandes entradas de ar e pelas rodas de liga leve de 17 polegadas pintadas de preto e com acabamento diamantado.

Dentro da cabine, ambos apresentam bons materiais e peças bem encaixadas. No Ford, a cor preta predomina o ambiente, enquanto o Elantra conta com a seção inferior do painel em um tom de cinza. Os sedãs, entretanto, compartilham algumas soluções: central multimídia posicionada no topo do painel, saídas centrais do ar-condicionado em posição vertical e quadro de instrumentos com elementos separados.

Mesma potência, comportamentos distintos

Embora tenham motores com a mesma potência, os sedãs possuem comportamentos distintos. O Hyundai prioriza uma tocada voltada ao conforto, enquanto o rival está mais disposto a entreter o motorista. Mas isso não significa que o Elantra não proporcione uma boa experiência ao volante ou que o Focus seja desconfortável. Muito pelo contrário.

O Hyundai possui uma suspensão com acerto mais rígido que o encontrado na maioria dos sedãs médios, porém um pouco mais “gentil” que a do Focus. Os dois sedãs transmitem confiança em curvas, sem rolagem excessiva da carroceria, mas o Ford mostra uma dinâmica superior nesse quesito por ser equipado com um sistema independente na traseira – no concorrente é semi-independente com eixo de torção. Ambos são equipados com assistência elétrica de direção, mas o sistema do Focus tem respostas mais rápidas e comunicativas. A direção do Elantra, porém, é mais leve em manobras de estacionamento.

Falando em estacionamento, o Focus possui o assistente automático, que manobra o carro sozinho em vagas paralelas. Basta o condutor apertar um botão no painel para ativar o sistema, passar vagarosamente ao lado da vaga para que sensores do para-choque dianteiro meçam o espaço. Em seguida, basta seguir as instruções mostradas na tela da central multimídia e controlar os movimentos do carro pelo pedal de freio. O recurso esterça o volante automaticamente, livrando o motorista de praticamente todo o trabalho de manobrar o veículo.

Comparativo

Elantra GLS x Focus Titanium Plus
Modelo
Combustível
Cidade
Estrada
0 a 100 km/h
Elantra GLSEtanol7,4 km/l11,4 km/l9,41 segundos
Gasolina10,5 km/l16,2 km/l9,62 segundos
Focus Titanium PlusEtanol6,9 km/l11,6 km/l9,71 segundos
Gasolina9,3 km/l15,1 km/l9,8 segundos

Por terem números de potência, torque e tamanhos praticamente idênticos, os sedãs se equivalem no desempenho. Tanto o Elantra como o Focus apresenta boa disposição conforme o giro do motor vai subindo e transmitem ao condutor uma sensação de leveza. O sedã sul-coreano leva pequena vantagem em consumo e aceleração de 0 a 100 km/h por ser 220 quilos mais leve que o concorrente, como comprovou o teste Carsale-Mauá (veja tabela acima). O câmbio automático do sul-coreano tem funcionamento suave, com trocas de marchas praticamente imperceptíveis. No Ford, a caixa automatizada de dupla embreagem agrada principalmente quem gosta de uma tocada mais esperta por conta das mudanças e reduções mais rápidas.

As semelhanças também são encontradas nas dimensões, pois os dois sedãs medem 4,53 metros de comprimento. O Ford leva uma insignificante vantagem de um litro na capacidade do porta-malas (421 litros contra 420 do Elantra). Já o Hyundai supera o rival no espaço interno graças à distância entre-eixos superior (2,70 m ante 2,64 m).

Em suas configurações mais completas, os sedãs encerram o comparativo com um empate técnico. Apesar de o Focus Titanium Plus levar ligeira vantagem na lista de equipamentos de série por sair de fábrica com o assistente de estacionamento automático e controle de tração, o Elantra compensa a ausência desses itens com um interior mais espaçoso e conforto superior para quem viaja no banco traseiro.

Ficha técnica

ModeloHyundai Elantra GLS (com teto)Ford Focus Titanium Plus
PreçoR$ 92.790R$ 92.400
Motor2.0 16V DOHC CVVT2.0 16V DirectFlex
Potência (etanol/gasolina)178/169 cv178/175 cv
Torque (e/g)21,5/20,0 kgfm22,5/21,5 kgfm
Freios dianteirosDiscos ventiladosDiscos ventilados
Freios traseirosDiscos sólidosDiscos sólidos
Suspensão dianteiraMcPhersonMcPherson
Suspensão traseiraEixo de torçãoIndependente
RodasLiga leve 16"Liga leve 17"
Pneus205/60 R16215/50 R17
DireçãoElétricaElétrica
Peso em ordem de marcha (kg)1.1941.414
Comprimento (metros)4,534,53
Largura (m)1,771,82
Altura (m)1,441,48
Distância entre-eixos (m)2,702,64
Porta-malas (litros)420421
Tanque (litros)5655