1967359

Uma tecnologia está sendo utilizada nos Estados Unidos para impedir que veículos com parcelas de financiamento atrasadas sejam utilizados por seus donos. O dispositivo, instalado antes de o carro ser vendido, é acionado à distância pela instituição financeira e impede que o proprietário dê a partida no motor.

Segundo a imprensa norte-americana, cerca de dois milhões de automóveis estão equipados com esse tipo de bloqueador, e o número de pessoas com histórico negativo de crédito que pegaram empréstimos bancários tem aumentado consideravelmente nos últimos cinco anos – 25% dos financiamentos de veículos naquele país são feitos por esses consumidores. Somente no primeiro trimestre deste ano foram movimentados US$ 145 bilhões (cerca de R$ 350 bilhões) nesse tipo de operação financeira.

O jornal The New York Times publicou na última semana uma matéria com relatos de pessoas que ficaram impedidas de dirigir os seus carros por conta do bloqueio eletrônico. Alguns motoristas reclamaram que os seus veículos deixaram de funcionar ao parar em semáforos e até mesmo enquanto dirigiam em rodovias, correndo o risco de provocar acidentes. Uma dona-de-casa de Las Vegas deixou de levar a sua filha que estava doente a um hospital porque a sua minivan Chrysler Town and Country foi bloqueada pelo dispositivo.