%%wppa%% %%slide=535%%

A Citroën revelou detalhes do C4 Cactus AIRFLOW 2L concept, modelo que será apresentado ao público na próxima edição do Salão de Paris, em outubro. Baseado no C4 Cactus, o protótipo faz parte do programa francês para redução da emissão de CO2 e aumento da eficiência de combustível.

Para isso, a motorização é híbrida, mesclando um motor a gasolina de 1.2 litro e três cilindros, capaz de gerar 82 cv, ou seja, 15% mais potente que seu antecessor, a um dispositivo de armazenamento de ar comprimido, um compressor, uma bomba hidráulica e uma transmissão automática. Assim, o carro opera em três modos: só com gasolina, só a ar comprido e misturando os dois. Com isso, a média de consumo fica em 50 km/l, sendo 25% mais econômico.

Na partida, somente a força do ar comprimido move o carro à velocidades de até 70 km/h, mas o motor a gasolina entra em funcionamento sempre que ar armazenado no cilindro se esgota. Porém, para encher novamente o reservatório de ar, o C4 Cactus concept leva apenas 10 segundos. O veículo também é equipado com sistema Start & Stop.

Porém, somente essa tecnologia não é o suficiente. Para melhorar ainda mais o consumo, a Citröen apostou na aerodinâmica. São três entradas de ar no para-choque dianteiro, equipado com abertura e fechamento automáticos, podendo detectar o melhor momento para resfriar o motor ou fechar as entradas e diminuir a resistência do ar.

Além disso, as rodas de liga-leve de 19 polegadas são revestidas com pneus de baixa resistência a rolagem e os retrovisores foram trocados por câmeras. Essas mudanças, aliadas a materiais leves como alumínio e aço, tornaram o conceito 20% mais aerodinâmico que o C4 Cactus convencional.