A Renault apresentou na última semana o EOLAB, um conceito que chama a atenção pela sua capacidade de rodar até 100 km/l consumindo apenas um litro de gasolina. O modelo, que será apresentado a partir do dia 2 de outubro no Salão de Paris, apresenta soluções tecnológicas que a marca francesa promete aplicar em seus carros até 2020.

Batizado com uma designação que associa o nome do deus do vento na mitologia grega (Aeolous) à abreviação da palavra laboratório, o EOLAB combina baixa resistência aerodinâmica (coeficiente aerodinâmico de 0,235 favorecido por defletor e paineis laterais móveis), redução de peso e motorização híbrida.

[wppa type=”slide” album=”527″][/wppa]

A carroceria do conceito é confeccionada em aço, alumínio e compósitos, além de teto em magnésio. A utilização desses materiais, entre outras medidas, ajudaram a reduzir o peso do veículo em cerca de 400 quilos em comparação a um automóvel convencional de dimensões similares. A “dieta”, promovida também no acabamento interno, vidros, bancos e conjunto motriz, deixaram o EOLAB com um peso total de 955 kg.

Movido por um motor de três cilindros de 1.0 litro a gasolina, capaz de desenvolver 75 cv de potência, e um propulsor elétrico de 65cv, o conceito pode rodar até 60 quilômetros e atingir a velocidade de 120 km/h apenas com eletricidade. A transmissão de três velocidades não possui embreagem.

O EOLAB conta com três portas (duas à direita, como o Hyundai Veloster) e utiliza pneus de medidas 145/45 R17. As rodas de 17” são cobertas, mas possuem sensores de temperatura dos freios que são arrefecidos à medida que o sistema determina a abertura das coberturas aerodinâmicas.