SONY DSC

A Land Rover vende no Brasil desde o começo do ano a última atualização do Discovery, que deixa de ser chamado de Discovery 4 e volta a utilizar a designação da primeira geração do modelo, lançada há 25 anos. Dessa forma, o utilitário esportivo assume uma posição de submarca dentro do portfólio da fabricante britânica, a exemplo da gama Range Rover (composta pelos modelos Evoque, Vogue e Sport).

Além do novo nome, o Discovery traz visual retocado e conteúdo reformulado para atrair clientes dos alemães, e também luxuosos, Audi Q7, BMW X5 e Mercedes-Benz ML350.

O modelo é oferecido no mercado brasileiro nas versões S TDV6 (R$ 254 mil), S SDV6 (R$ 269.700), SE SDV6 (R$ 297.400) e HSE SDV6 (R$ 354.200). A configuração de entrada tem capacidade para cinco passageiros e é equipada com um motor de 3.0 litros V6 turbodiesel de 211 cv de potência e 53 kgfm de torque. As demais, além de levarem sete ocupantes, possuem o propulsor calibrado para entregar 256 cv e 61,2 kgfm. Toda a linha conta com transmissão automática ZF de oito marchas.

As atualizações estéticas promovidas no jipão são discretas: para-choques e grade frontal redesenhados, além de faróis com luzes diurnas e máscara negra. Já a cabine recebe revestimento em couro “Windsor” nos bancos, portas e painel, e uma central multimídia atualizada.

%%wppa%% %%slide=512%%

Quase uma sala de estar sobre rodas

Custando praticamente o mesmo valor de uma quitinete na região central de São Paulo, a versão topo de gama do Discovery, a HSE, acomoda cada um de seus sete ocupantes com quase o mesmo conforto da sala de estar de um apartamento pequeno. Todos os ocupantes podem usufruir da qualidade do sistema de som Meridian, que conta com fones de ouvido individuais e sem fio para os passageiros do banco traseiro – a terceira fileira é mais indicada para crianças devido o espaço exíguo para as pernas. Quem viaja atrás pode ainda assistir a TV digital ou DVD nos monitores instalados nos encostos de cabeça frontais (a imagem é bloqueada na tela do painel com o carro em movimento para não distrair o motorista). O sistema de entretenimento, com 17 alto-falantes e subwoofer, pode ser comandado por controle remoto.

Para reforçar o conforto a bordo, o Discovery traz um teto solar para cada fileira de bancos (somente o primeiro pode ser aberto) e ar-condicionado de duas zonas de resfriamento com comandos para o banco traseiro. Caso os ocupantes queiram manter as suas bebidas geladas, basta colocar as embalagens no porta-objetos refrigerado localizado entre os bancos da frente.

Em movimento, o Discovery agrada pelo ótimo isolamento acústico, que filtra todos os ruídos e vibrações que vêm de fora, e pela suspensão eletrônica a ar. O sistema garante um rodar macio em praticamente qualquer situação e ainda permite baixar ou elevar o veículo para facilitar o acesso ao seu interior e transpor obstáculos em estradas acidentadas, respectivamente.

Grandalhão apressado

Apesar de ser equipado com um motor potente, o Discovery tem proposta e comportamento dinâmico distintos dos modelos da família Range Rover. Enquanto os irmãos enfatizam o luxo e a esportividade, o SUV deixa claro pela sua silhueta quadradona que o seu foco é levar famílias com conforto e ainda oferecer a praticidade de encarar uma trilha leve no final de semana – embora seja muito pouco provável que alguém vá colocar um veículo de mais de R$ 350 mil na lama.

Mesmo com dimensões inapropriadas para o trânsito urbano, o Discovery mostra boa agilidade quando há espaço para aproveitar os 61,2 kgfm de torque, disponíveis a 2 mil rpm. Mas o habitat ideal para esse tipo de veículo é mesmo a estrada. O jipão exige certa cautela em curvas por conta de sua altura (1,89 m), porém, esbanja fôlego em retas. O motorzão V6 trabalha em harmonia com o câmbio automático e entrega a força necessária para fazer ultrapassagens ou enfrentar subidas quase sem a necessidade de realizar reduções de marchas.

A Land Rover diz que, com essa motorização de 256 cv, o Discovery acelera de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 180 km/h. Confira na tabela abaixo o resultado dos testes de consumo e desempenho realizado pelo Instituto Mauá de Tecnologia:

Land Rover Discovery 4 HSE

Teste Carsale-Mauá
Cidade
Estrada
0 a 100 km/h
9,8 km/l13,3 km/l9,41 segundos

Depois do veterano Defender, o Discovery é considerado o modelo com a real essência off-road da Land Rover – os Range Rover contam com capacidade fora-de-estrada inferior e são assumidamente voltados para o uso no asfalto. O modelo encara trechos de terra e pouca lama sem dificuldades. Caso tenha de superar uma valeta mais profunda, basta levantar a suspensão a ar com um simples toque de botão. Os parâmetros da tração, suspensão e acelerador podem ser alterados de acordo com o terreno por meio do sistema Terrain Response, cujo comando fica no console, à frente do botão giratório do câmbio.

Apesar de toda a aura aventureira da Land Rover, vale lembrar que o Discovery não é um veículo indicado para trilhas pesadas pelo fato de ser importado da Inglaterra “configurado” para o uso majoritariamente no asfalto. Para essa finalidade, o ideal é equipá-lo com pneus e acessórios específicos oferecidos pela marca.

No geral, o Discovery é um utilitário agradável tanto para o motorista, pelo desempenho exuberante para o seu porte, como para os passageiros que desfrutam de boa dose de conforto e entretenimento a bordo. No entanto, todas essas qualidades só são realmente aproveitadas em viagens, uma vez que não há muito sentido em utilizar um veículo de 4,80 m de comprimento e 2 m de largura nos compromissos cotidianos – embora a maior parte de seus consumidores o utilize majoritariamente na cidade e passe bem longe do botão de acionamento da reduzida.

Ficha técnica
PreçoR$ 354.200
Motor3.0 V6 Turbodiesel
Cilindrada (cm³)2.993
Potência256 cv a 4 mil rpm
Torque61,2 kgfm a 2 mil rpm
TransmissãoAutomática de oito marchas
Freios dianteirosDiscos ventilados
Freios traseirosDiscos ventilados
Suspensão dianteiraMcPherson a ar
Suspensão traseiraIndependente a ar
DireçãoHidráulica
RodasLiga leve de 20 polegadas
Pneus255/55 R20
Comprimento (metros)4,82
Largura (m)2,02
Altura (m)1,89
Distância entre-eixos (m)2,88
Porta-malas (litros)1.192 (até o teto); 280 (com a terceira fileira de bancos
Tanque (litros)82
Ocupantes7
0 a 100 km/h9,3 segundos
Velocidade máxima180 km/h