Toyota-patio

O Brasil manteve a quinta colocação no ranking mundial de vendas de automóveis, apesar da forte queda em relação a 2013. Até o sétimo mês deste ano, foram vendidos 8,3% menos veículos que no mesmo período do ano passado.

Porém o desempenho nos últimos meses mostra uma recuperação moderada. Em junho foram comercializados 250.637 veículos, enquanto o mês de julho somou 279.815 unidades, o que representa um aumento de 11,64% nas vendas.

No cenário mundial pouco mudou. A China mantém a liderança, alcançando a expressiva marca de mais de 11 milhões de veículos vendidos no semestre, crescimento de 9,4% no acumulado e 11% em relação a julho de 2013. Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves.

Os EUA seguem em segundo lugar apresentando alta nas vendas de 10,3%. O Japão mantém a terceira colocação com uma pequena baixa de 2,6% no mês de referência. Já a Alemanha, na quarta posição, obteve um aumento de 6,7% em comparação a 2013.

Na sexta e sétima colocações estão a Índia e a Grã-Bretanha, com crescimento de 3,6% e 9,4% nas vendas de julho em relação ao ano passado, respectivamente. A nona posição foi ocupada pelo Canadá que registrou alta de 11,2% se comparado a julho de 2013. E em último lugar ficou a França com queda de 4,4% no mês em comparação ao mesmo período do ano passado.

Em oitavo lugar ficou a Rússia com a maior retração entre os principais mercados, houve queda 23,1% no mês e 10,1% no acumulado do ano até julho. Na outra ponta da balança, a Espanha, com 12,6% de aumento no mês e 19,1% no acumulado, ambos se comparados com 2013, lidera o crescimento de vendas.

Entre as marcas, a Toyota manteve a liderança mensal com alta de 0,41% em relação a o mesmo período de 2013. Em seguida está a Volkswagen, com crescimento de 2,96%. Quem surpreendeu no volume de vendas foi a Ford, que ocupa o terceiro lugar com aumento de 9,52% em relação a julho do ano passado.