[wppa type=”slide” album=”481″][/wppa]

A Honda iniciou a produção da segunda geração do City na fábrica de Sumaré, no interior do estado de São Paulo. O sedã, que começa a ser vendido a partir da segunda quinzena de setembro, já pode ser encomendado na rede de concessionárias da marca. O City tem preços que partem de R$ 53.900 para a versão DX com câmbio manual de cinco marchas e R$ 69 mil para a EXL com transmissão CVT.

O novo City, cujo lançamento oficial será nos dias 16 e 17 deste mês, chega com visual redesenhado e novidades no acabamento, como detalhes cromados e em black piano (plástico preto brilhante) no painel.

Já o conjunto mecânico do modelo continua sendo o conhecido motor de 1.5 litro, porém dotado da tecnologia FlexOne, que dispensa o tanque auxiliar de gasolina para partida a frio. O dispositivo aquece o combustível no injetor quando necessário.

Outra novidade da linha City é a nova transmissão CVT que simula sete marchas e permite trocas manuais por meio de borboletas atrás do volante, nas versões EX e EXL. O sedã passa a contar também com ar-condicionado digital e sistema de áudio com tela de 5 polegadas, de série nas configurações citadas anteriormente.