peugeot-208-crash-test-1408462627448_615x300 (Copy)

O Peugeot 208 conseguiu um bom desempenho no teste de colisão do Latin NCAP. O compacto atingiu quatro estrelas, de cinco possíveis, na avaliação de proteção a adultos. Já na proteção a crianças, o hatch contabilizou com três estrelas.

Segundo o Latin NCAP, o desempenho do 208 só não foi melhor devido a falta de alguns dispositivos presentes apenas na versão europeia, airbags laterais, controle de estabilidade e o sistema ISOFIX de ancoragem de cadeirinhas infantis. O teste da entidade destaca a estrutura moderna do veículo, que poderia atingir a nota máxima com alguns ajustes e a adoção de novos itens de segurança.

Já o novo Fiat Palio deu um salto no quesito segurança. Na avaliação anterior, sem airbags, o modelo não conseguiu ganhar nenhuma estrela. Agora, equipado com as bolas infláveis (obrigatórias, junto com os sistema antitravamento dos freios, desde janeiro deste ano) o hatch da montadora italiana alcançou três estrelas. O Latin NCAP ainda sugere que a marca acrescente itens como o ISOFIX e cintos de três pontos para os três passageiros do banco traseiro.

Outro veículo que chegou a três estrelas em relação à proteção dos adultos foi o Chevrolet Onix. Apesar de estrutura estável, o piso se abriu na área dos pés do lado do motorista durante o teste de impacto. A falta de itens como o ISOFIX e cintos de três pontos em todas as posições do banco traseiro, além da falha nos Sistemas de Retenção infantil, contribuíram para que o Onix ficasse com apenas duas estrelas na proteção às crianças.

Também foi testado um Chevrolet Spark, compacto vendido em alguns países da América Latina e que não possui airbags. Segundo o resultado do teste, que deixou o modelo sem nenhuma estrela, os ocupantes adultos podem sofrer graves lesões, com risco de morte. A recomendação feita à montadora é de que o veículo passe, ao menos, a contar com as bolsas infláveis frontais.