Uma Ferrari 250 GTO fabricada em 1962 bateu o recorde de carro de produção mais caro da história. O clássico italiano foi arrematado por absurdos US$ 38,1 milhões (cerca de R$ 86,2 milhões).

Leiloada pela Bonhams, nos Estados Unidos, uma das 39 250 GTOs produzidas pela Ferrari superou os US$ 29,6 milhões (R$ 67,1 milhões) pagos por um Mercedes-Benz W196R produzido em 1954 para competir nos primórdios da Fórmula 1.

Confira a galeria com os principais carros do evento:[wppa type=”slide” album=”431″][/wppa]