flagra1

Prestes a inaugurar oficialmente a sua fábrica em Jacareí (SP), no próximo dia 28, onde produzirá as configurações hatchback e sedã do compacto Celer e a nova geração do subcompacto QQ, a Chery se movimenta para aumentar a sua participação no mercado brasileiro. A marca já testa no país o Arrizo 7, um sedã médio apresentado na China em 2013 para competir em diversos mercados pelo mundo.

Uma unidade do modelo foi flagrada pelo internauta Ivan Duarte, na manhã desta segunda-feira (4), rodando camuflada e com placas verdes (carro de teste) na Avenida dos Bandeirantes, em São Paulo (SP). O modelo de projeto global foi concebido para brigar com rivais já consolidados, como Honda Civic e Toyota Corolla, mas no Brasil encararia concorrentes posicionados na faixa dos R$ 60 mil, como as versões mais equipadas de Ford New Fiesta sedã e Honda City.

[wppa type=”slide” album=”404″][/wppa]

Medindo 4,65 metros de comprimento (cerca de 3 cm maior que o Toyota Corolla), o Arrizo 7 conta com um porta-malas de 455 litros de capacidade e é equipado com um bloco de 1.6 litro de 16 válvulas a gasolina que desenvolve 126 cv de potência a 6.150 rpm e 16,3 kgfm a 3.900 rpm. Segundo a Chery, o sedã acelera de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos e atinge a velocidade máxima de 183 km/h. As transmissões disponíveis são a manual de cinco marchas e CVT (continuamente variável).

cheryfrente

A lista de equipamentos de série inclui freios com ABS, controle eletrônico de estabilidade, oito airbags, faróis com luzes diurnas de LED, controle de cruzeiro, ar-condicionado automático, sensores de estacionamento, rodas de liga leve, sistema de som com USB e Bluetooth, computador de bordo, bancos em couro com aquecimento, sensor de chuva, entre outros itens.

Caso comercialize o Arrizo 7 no Brasil, é provável que a Chery promova modificações no sedã para adaptá-lo ao mercado local. É possível que o modelo receba alterações no acabamento, na lista de itens de série e até mesmo tecnologia bicombustível.

cherytras