[wppa type=”slide” album=”266″][/wppa]

A Ford anunciou na última segunda-feira (28) os preços da nova geração da picape F-150 que começará a ser vendida nos Estados Unidos no final deste ano. Embora seja um veículo totalmente novo, com carroceria feita em alumínio e mais tecnológico, o modelo custará apenas US$ 395 (cerca de R$ 880) a mais que a geração atual na configuração de entrada.

A versão mais em conta, a XL, tem preço inicial de US$ 26.615 (R$ 59.320), enquanto a XLT será oferecida a partir de US$ 31.890 (R$ 71 mil). Já a variante Lariat custará US$ 39.880 (R$ 88.884), mas sairá de fábrica com câmera de ré e central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas, itens ausentes nas versões XL e XLT.

Nas configurações mais sofisticadas, a diferença de preços é maior. A F-150 King Ranch está tabelada a US$ 49.460 (R$ 110.236) e ficou US$ 3.615 (R$ 8.057) mais cara que o modelo atual. A versão topo de gama Platinum teve um aumento de US$ 3.055 (R$ 6.800) e custará US$ 52.155 (R$ 116.243). Segundo a Ford, os aumentos são justificados pelo maior número de itens de série.

A marca diz ainda que as versões XL e XLT responderão por mais de 70% do mix de vendas no mercado norte-americano.

A nova Ford F-150 inova por empregar uma estrutura em alumínio em toda a sua carroceria. A adoção do material reduziu o peso da picape em cerca de 300 quilos em comparação com a geração anterior, produzida em aço.

As motorizações disponíveis serão a 2.7 V6 EcoBoost, 3.5 V6 EcoBoost, 3.5 V6 e 5.0 V8, todas movidas a gasolina e associadas a um câmbio automático de seis marchas.