A Bugatti está trabalhando no sucessor do superesportivo Veyron. E como se não bastasse, a fabricante conhecida por fabricar modelos extravagantes e potentes, desta vez, apostará em um veículo com tecnologia de propulsão híbrida. Com isso, a Bugatti se iguala as marcas de supercarros, como Ferrari, McLaren e Porsche, que já adotaram sistemas de propulsão verdes, com o objetivo de reduzir as emissões de CO2.

Dentre as poucas informações reveladas pela Bugatti está o que mais interessa, a potência do motor. A marca garante que o substituto do Veyron virá equipado com um conjunto de 16 cilindros capaz de gerar incríveis 1.500 cavalos. Seguindo o padrão de exclusividade que só um Bugatti tem, o lançamento terá produção limitada a apenas 450 unidades. O lançamento está previsto para 2015.

A Bugatti faz questão de ressaltar que a escolha de tecnologias amigas do meio ambiente não vai interferir em nada no desempenho do veículo. O novo modelo, inclusive, terá desempenho mais emocionante que o Veyron, garantem executivos da marca. O objetivo do novato é superar 431 km/h do modelo anterior e retomar o posto de carro de produção mais rápido do mundo, título perdido para o Hennessey Venon GT, que conseguiu alcançar 435,31 km/h.

Confira abaixo a galeria de fotos do emblemático Veyron Grand Sport Vitesse, com motor 16.4 de 1.200 cavalos, apresentado no Salão de Pequim (China), que conta com carroceria em fibra de carbono e detalhes em ouro 24 quilates.

[wppa type=”slide” album=”360″][/wppa]