Manobrista bate Lamborghini Gallardo

Imagine ser manobrista em um hotel de luxo em uma grande capital mundial. Em mais um dia de trabalho, um hóspede desembarca de uma Lamborghini Gallardo Spyder e lhe entrega a chave.

Certamente um sonho. Dirigir um superesportivo desses, mesmo que por poucos metros, sem desembolsar nada, é sem dúvida bem legal. Então você resolve sentir o motor V10 de 520 cv e perde o controle do veículo. Deixando o supercarro com a frente destruída.

Essa história realmente aconteceu. Na última quarta-feira (9), um manobrista do hotel Le Méridien, em Nova Delhi, na Índia, destruiu a Lambroghini avaliada em aproximadamente R$ 1.450.000.

Só pelas imagens não podemos saber a força do impacto, já que superesportivos, como o Gallardo, possuem alta capacidade de deformação da carroceria para minimizar os choques e preservar os habitantes.

Renan Rodrigues: Jornalista e palmeirense, Renan Rodrigues de Oliveira, em alusão ao colega de profissão Nelson, prefere usar o primeiro sobrenome. Versátil, Renan fotografa, filma, ilustra, edita vídeo e áudio e se arrisca nas redes sociais. Acompanha em cima os lançamentos do mundo automotivo, prefere os compactos com vocação esportiva, mas pilota até carrinho de mão, se necessário.