%%wppa%% %%slide=340%%

No mercado europeu a nova Mercedes-Benz Classe V já é uma opção para quem precisa de um veículo para ir às compras, para viajar com toda a família, ou para conduzir executivos em eventos de negócios. Classificado como um MPV (multi-purpose vehicle), ou seja, um veículo multiuso, o Classe V combina o espaço para até oito ocupantes com o luxo e requintes característicos da marca da estrela de três pontas.

Disponível em duas versões, Classe V e Classe V Avantgarde, o modelo é oferecido em duas opções de distância entre-eixos, três comprimentos de carroceria entre 4,89 metros e 5,37 m e três configurações de motores.

Se por fora o modelo chama a atenção pelo visual elegante, por dentro também se destacam os refinados materiais de acabamento. Dentre os principais equipamentos estão o volante multifuncional com 12 botões e a alavanca de câmbio giratória com borboletas de trocas de marchas, tela sensível ao toque no painel, sistema de climatização individualizado, entre outros itens de conforto e entretenimento. De série, o veículo vem equipado com quatro luxuosos assentos individuais com apoios de braços, dispostos em duas fileiras.

Uma das opções de motorização do Classe V é o motor turbodiesel de 2.1 litros com três opções de potência. O V200 CDI, desenvolve 136 cv com torque de 33,6 kgfm, enquanto o V220 CDI, entrega 163 cv e 38,7 kgfm. Na segunda configuração, a média de consumo chega aos 17,5 km/l. Essa média passa para 16,5 km/l na versão mais potente do propulsor, a V 250 Bluetec, que entrega 190 cv e 44,9 kgfm de torque. Nas fases de aceleração, esses números saltam para 204 cv e 48,9 kgfm. Neste caso, o modelo é capaz de acelerar até os 100 km/h em apenas 9,1 segundos. Vale destacar que o motor V 250 Bluetec sempre é ligado à transmissão automática de sete marchas.

Na Alemanha a Classe V é oferecida a partir de 42.899 euros (cerca de R$ 130 mil, em uma conversão simples), enquanto que na Itália parte de 40.399 (R$ 122,5 mil).