IMG_8664

O Citroën C4 Lounge compartilha com outros carros da PSA vendidos no Brasil (como os modelos da linha DS, além dos Peugeot 308, 408, 508 e RCZ) o elogiado motor THP de 1.6 litro de 16 válvulas a gasolina, desenvolvido em parceria com a BMW. Produzido em Douvrin, na França, o propulsor já recebeu diversos prêmios na Europa por ser considerado um dos melhores da categoria entre 1.4 e 1.8 litro.

Dotado de turbocompressor, injeção direta de combustível e comando de válvulas variável, o propulsor segue o conceito do downsizing (diminuição), que consiste em aplicar recursos tecnológicos para aumentar a potência, favorecer o consumo de combustível e reduzir as emissões em motores de baixa cilindrada.

Com essa motorização, o C4 Lounge tenta não só inovar, mas também fazer com que boa parte dos consumidores brasileiros deixem de torcer o nariz ao ver um sedã médio com um propulsor pequeno sob o capô. Embora tenha uma capacidade de deslocamento menor que a dos motores que equipam os rivais do segmento (dominado por blocos de 1.8 e 2.0 litros), o THP que equipa o Citroën entrega números superiores: 165 cv de potência a 6 mil rpm e 24,5 kgfm de torque a 1.400 rpm – os concorrentes têm, em média, 150 cv.

Confira nos próximos posts como o Citroën C4 Lounge se comporta com esse motor.