Para a alegria dos amantes de vento no cabelo a GM traz ao Brasil a versão conversível do Chevrolet Camaro SS 2014. O esportivo, chamado pela marca de Camaro Sunrise, chega ao País oferecido por R$ 239.900, custando cerca de 10% a mais que o valor do cupê.

Com a capota de lona fechada, o visual do conversível é praticamente igual ao do modelo de teto rígido, exceto pela antena do tipo “tubarão” fixada sobre a tampa do porta-malas. Suas linhas, inclusive, remetem ao mítico Camaro conversível de primeira geração, lançado em 1969.

Sob o capô da versão sem teto não há surpresas. O motor é o mesmo do cupê, ou seja, garantia de diversão: o Small Block V8 6.2 litros de 406 cavalos e 56,7 kgfm de torque. A transmissão sequencial automática, que permite trocas manuais nas borboletas atrás do volante.

http---makeagif.com--media-6-10-2014-xSFa94

A tarefa de fazer o esportivo se transformar em um charmoso conversível é fácil. Basta apertar um botão e aguardar 20 segundos para que os vidros desçam e a capota se dobre. A capota, aliás, é feita de lona, revestida com espuma acústica e possui vidro traseiro térmico. A GM faz questão de ressaltar que ela utiliza a mesma tecnologia de seu mais poderoso esportivo, o Corvette.

Para deixar o Camaro com o charme que só um sem-teto tem a GM teve que trabalhar em alterações estruturais do projeto para garantir que a versão conversível oferecesse o mesmo nível de segurança e rigidez da cupê. A fabricante tratou de reforçar diversos pontos da carroceria, incluindo as partes laterais, dianteira, traseira, estrutura do assoalho, fixação da transmissão, para-brisa e coluna central.

Para William Bertagni, vice-presidente de engenharia da GM do Brasil, com essas alterações “o conversível ficou as mesmas características dinâmicas da versão cupê”. E isso a GM faz questão de provar com números. A aceleração até os 100 km/h é feita em 4,8 segundos e a velocidade máxima é de 250 km/h, ou seja, obteve os mesmos resultados do irmão de teto rígido, segundo a fabricante. E vale frisar que o conversível pesa 126 kg a mais.

camaro-traseira

Como já era de se esperar, por dentro os acabamentos e equipamentos de série são os mesmos do cupê. Entre os destaques estão o Heads-Up Display (HUD), que projeta em uma tela acima do painel alguns dados do veículo, com a velocidade, navegação e mídia e o sistema multimídia MyLink, com conexão Bluetooth e reconhecimento de voz em português para ligações telefônicas e navegação. Entre os dispositivos eletrônicos de segurança, estão presentes o controle de tração e estabilidade.

Se rodar a bordo de um Camaro cupê já faz as pessoas torcerem o pescoço nas ruas, imagina desfilar com uma versão sem teto do esportivo? É o que o Carsale pode fazer em um trajeto entre as cidades de São Paulo e Guarujá, no litoral paulista.

Se a principio o visual do modelo não traz novidades já que é praticamente igual ao do irmão cupê, a coisa muda de figura quando você tem a experiência de sentar no banco do motorista e acionar o comando da abertura da capota. O que acontece é que o motorista (e os passageiros também) passa a ter um campo de visão maior — isso é bastante limitado na versão cupê devido às altas linhas de cintura do carro – o que aumenta significativamente a sensação de liberdade.

A propósito, por motivos de segurança, há uma trava de acionamento manual e a operação de rebatimento da capota exige que o veículo esteja parado, com a alavanca da transmissão na posição “P”. Algo que não combina com a pegada tecnológica do carro é o revestimento oferecido para melhorar o acabamento da capota após aberta. É possível ver a peça sendo instalada no vídeo abaixo.

Em termos de desempenho, o conversível continua sendo um parque de diversões, já que utiliza o vigoroso motorzão de 406 cv, que empurra seus 19.16 kg com uma boa dose de disposição. Para se ter uma ideia, basta tocar o pé no acelerador, que os 100 km/h são alcançados com facilidade. Se estiver com a capota rebatida, a combinação vento o cabelo e ronco do motor formam uma dupla viciante. Não dá vontade de largar o volante.

A GM espera vender cerca de 100 unidades da versão conversível por ano. Se pender do sucesso da versão cupê, não será uma meta difícil de alcançar.

Chevrolet Camaro conversível 2014

Ficha técnica
PreçoR$ 239.900
MotorV8 de 6.2 litros
Cilindrada (cm3)6.162
Potência máxima406 cv a 5.900 rpm
Torque máximo56,69 kgfm a 4600 rpm
TransmissãoAutomática de 6 velocidades
FreiosA vácuo assistido, hidraulicamente atuando nos quatro discos das rodas (ABS)
Suspensão dianteiraMulti-link rebaixada com suporte Mc Pherson
Suspensão traseiraMulti-link independente
Rodas dianteiras20 x 8 - Alumínio
Rodas traseiras20 x 9 - Alumínio
Pneus dianteiros245/45 ZR20
Pneus traseiros275/40 ZR20
Distância entre eixos (metros)2,85
Comprimento (m)4,83
Largura carroceria (m)1,91
Altura (m)1,37
Peso em ordem de marcha (kg)1.916
Porta-malas (litros)290
Tanque de combustível (litros)71
Velocidade máxima (km/h)250
Aceleração 0 a 100 km/h (s)4,8

ESPECIAL: Dono de Chevrolet Camaro 1974 testa modelo 2014; assista!